NETFUT
Notícias de futebol

O mundial de clubes está chegando! O que o Palmeiras precisa fazer para vencer e sair da fila?

A temporada acabou de começar e o Palmeiras já está bem perto de jogar seu jogo mais importante do ano. Isso porque não existe outro time, podemos dizer que no planeta todo que se importe tanto com o Mundial de Clubes da FIFA quanto o do Verdão. Isso porque a esse ponto, o desejo não é só pelo título em si, mas sim para provar que ele pode.

E hoje vamos falar um pouco sobre essa obsessão, e o que o Verdão deve fazer para que isso não atrapalhe sua jornada.

Vencer a ansiedade

A ansiedade é um dos maiores males da nossa sociedade, e ela pode existir em pessoas de formas diferentes. Pressão gera ansiedade, e não existe dúvida alguma que esse elenco está sendo pressionado ao máximo pela torcida para que o time possa sair da fila.

E nesse caso, um time pode aprender com seu maior rival. Isso porque o Corinthians sentiu exatamente a mesma pressão para ser campeão da Libertadores. O tempo passava, o título não vinha, e toda vez que o time alvinegro voltava para o torneio, voltava mais nervoso, e isso sem dúvida nenhuma atrapalhava o desempenho da equipe.

E para que o título viesse, os jogadores precisavam da força mental para se concentrar e ignorar essa pressão, e é exatamente disso que o Palmeiras vai precisar.

Respeitar o adversário da semifinal

Existe um mal dos times brasileiros que é altamente alimentado pela imprensa e de certa forma pela torcida também, que é: pensar apenas na final. Os times brasileiros, assim que ganham a Libertadores automaticamente colocam suas cabeças no campeão da Champions.

E claro, o campeão da Champions é o maior desafio, mas ele é o segundo, antes é preciso passar pela semi, e a história mostra que nem todos conseguem. Podemos citar aqui Atlético Mineiro e Internacional, mas o próprio Palmeiras caiu para o Tigres do México na última vez que esteve no torneio.

E não é nem o caso do Verdão ter desrespeitado ou subestimado o adversário, mas inconscientemente a cabeça do time já estava no final, é algo que acontece, e Abel Ferreira, hoje mais experiente e bem mais cabeça, deve trabalhar isso muito bem, e só pensar no Chelsea depois do apito final da partida contra o Al Ahly.

Coragem e cabeça no lugar

Esse é um conselho que Abel Ferreira já dá sempre ao seu time, por isso se existe um treinador que pode dar o mundial para o Palmeiras, é o portuga. Acontece que quando se joga contra um time campeão da Champions, existem duas coisas muito importantes que é preciso se lembrar:

Primeiro o time precisa ter coragem. Coragem não é o mesmo que insanidade, então é claro que o time não pode se lançar como o Santos fez contra o Barcelona, mas sim saber que do outro lado são apenas humanos, e a hora de atacar vai chegar.

Segundo, que se o gol sair, cabeça no lugar para segurar o resultado. Foi assim com o São Paulo contra o Liverpool, como Internacional contra o Barcelona e com o Corinthians contra o Chelsea.