NETFUT
Notícias de futebol

Jóia da Copinha do São Paulo recebe ataques racistas na Internet

O futebol pode ser uma das coisas mais bonitas do mundo. Ele pode transformar a vida de um jovem, pode fazer um país inteiro vibrar de alegria, pode unir povos em uma festa gigantesca, como vemos ano após ano.

Mas claro, não é por isso que ele está blindado contra crimes, principalmente aqueles que envolvem ódio. O esporte ainda é composto por seres humanos, e a humanidade, falha como sempre foi, e ainda conseguir estragar alguns espetáculos.

Como se já não bastasse o caso de Gabigol, que recebeu chingamentos racistas durante a partida entre Flamengo e Fluminense pelo Campeonato Carioca, o jovem jogador Vitinho, que tem apenas 20 anos de idade, foi alvo de ataques raciais na internet durante o final de semana.

Vitinho foi um dos grandes destaques do São Paulo durante a Copa São Paulo de Futebol Júnior, a Copinha, e tendo chamado a atenção da diretoria, o jovem jogador negocia agora um novo contrato com o tricolor.

Nesse meio tempo o jogador sofreu ataques racistas em suas redes sociais, das quais o jogador tirou prints e chegou a postar, tendo apagado um tempo depois. Isso fez com que torcedores saíssem em defesa do jogador.

Mais do que isso, o próprio São Paulo saiu em defesa do jogador em suas redes sociais, postando uma mensagem repudiando o ato, o classificando como nojento, e afirmando que não basta apenas não ser racista, devemos ser anti racismo.

“@SaoPauloFC se solidariza com o jogador Vitinho, que recebeu ataques criminosos, e reitera que recusa o racismo em todas as formas de manifestação. Não basta não ser racista, é preciso ser antirracista” – disse o São Paulo em seu perfil oficial do Twitter.

Com isso o São Paulo teme que  a renovação de contrato com o jogador fique ainda mais difícil.