NETFUT
Notícias de futebol

Ronald Koeman cai e não é mais o treinador do Barcelona

É oficial: não está nada fácil ser técnico quando também se é ídolo do clube. Isso porque na tarde desta quarta feira o treinador do Barcelona Ronald Koeman foi demitido do cargo, após mais uma derrota do time, desta vez pela La Liga contra o Rayo Vallecano.

O time já não vinha bem, e a situação foi criando uma pressão gigantesca em torno do treinador, que por acaso foi o capitão da primeira Champions vencida pelo Barça a muitos anos atrás, no entanto, nem a sua identificação com o clube foi suficiente para segurar o treinador.

Derrota do Barcelona para o Rayo Vallecano pelo Campeonato Espanhol / Imagem: Lance

Agora vamos falar um pouco sobre todos os motivos que levaram o treinador a sua demissão.

Falta de evolução na equipe

Um dos problemas mais evidentes deste Barcelona sem dúvida alguma foi a falta de evolução do time. A torcida do Barcelona sabia muito bem que não seriam anos fáceis, e que os resultados ruins seriam algo normal, no entanto, não é nada fácil para um torcedor ver o time perder, e torcer para que os problemas fossem resolvidos, e no jogo seguinte ver o time cometendo exatamente os mesmos erros que já vinha cometendo.

Esse foi um dos principais, senão o principal motivo da demissão do técnico.

Desempenho pífio na Champions

O Barcelona está caminhando a passos largos para a pior Champions League de sua história moderna. O time pode cair na fase de grupos, algo que não acontece há mais de uma década.

Todos sabem que essa é a principal competição do futebol europeu, e  por mais que a torcida e a diretoria tenham consciência de que isso hoje está longe de ser a realidade do clube, eles querem que o time chegue mais longe até por uma questão financeira.

No entanto, mesmo com a mudança de cargo hoje, é muito difícil pensar que o time possa ainda conseguir uma reação dentro de um grupo tão difícil.

Vitoria do Benfica por 3 a 0 sobre o Barcelona pela fase de grupos da Champions League

Pior partida do ano (até aqui)

A partida contra o Rayo Vallecano foi de longe a pior partida do Barça na temporada, e uma das piores dos últimos anos também. O time perdeu o El Clássico mas não jogou tão mal, o que fez com que alguns torcedores pensassem que aquilo poderia ser um sinal de evolução e que nos próximos jogos o time seguiria evoluindo a partir daquele ponto.

O que eles viram em campo pareceu mais um retrocesso, com o time cometendo os mesmos erros bobos da temporada anterior como se nada tivesse mudado, algo que também foi crucial na demissão.

Vontade de contar com Xavi

Xavi vem sendo o alvo do Barcelona desde antes da contratação de Quique Setién, treinador que comandou o barça ainda antes de Koeman, no entanto, o meia dizia que não se sentia preparado, e estava em outro projeto.

Recentemente ele mudou o discurso e pode ser que dessa vez o Barcelona consiga contar com o jogador.

Trocar um jogador do clube por outro pode não fazer muito sentido, mas a verdade é que parecia que o Barcelona esperava apenas por uma desculpa para trazer o meia de volta ao clube, agora como comandante.


Sem opção de comentar este post