NETFUT
Notícias de futebol

Jogadores de times Europeus que são piores do que jogadores de times brasileiros #Parte 2

A um tempo atrás listamos alguns jogadores que jogam em gigantes da Europa e que mesmo assim não são melhores do que alguns jogadores que disputam o nono Brasileirão, uma liga muito mais humilde do que La Liga, Premier e etc.

Mas é claro, o velho continente também é cheio dos chamados “pé de rato” como diria Neto, e aquela lista apenas arranha a superfície. E é por isso que hoje voltamos com mais jogadores de times europeus que são piores do que jogadores de times brasileiros.

Lenglet

Lenglet foi uma das apostas do Barcelona para resolver seus problemas defensivos em alguns anos, e a julgar de como a história do time se desenhou, essa aposta acabou não dando nada certo.

Não é o caso do jogador ser horrível nem nada do tipo, mas ele certamente não era a pessoa certa para assumir uma responsabilidade desse tamanho no clube, e para isso nós temos Rodrigo Caio.

O zagueiro do Flamengo tem mostrado maturidade em campo, sendo o grande xerife da defesa, e depois da saída de Mari e com bons outros reforços que chegaram é questão de tempo até a Europa olhar para o jogador, que é bem melhor que Lenglet.

Kurzawa

Novamente em uma posição defensiva podemos falar aqui de Kurzawa, jogador que atua na lateral esquerda do PSG.

Já faz um tempo que o jogador faz parte do elenco e nunca conviveu muito com a torcida, e mesmo assim segue no clube e ganhando um salário milionário.

Dessa forma, o time francês poderia ter investido melhor e trazido Guilherme Arana, lateral brasileiro que tem um grande poder ofensivo, e mesmo sua primeira passagem pelo velho continente não tendo sido tão boa, não existem dúvidas que ao menos melhor que Kurzawa ele com certeza é.

Giroud

Aqui temos um camisa  que foi campeão de uma Copa sem ter marcado sequer um gol. Claro que podemos argumentar que Giroud tem um papel fundamental no time sem a bola, mas isso se dá muito porque com a bola ele também não poderia ajudar muito mesmo.

Se for para ter um atacante que consegue ajudar o time com e sem bola e se movimentar como ele faz, o Flamengo é praticamente um cardápio. Bruno Henrique, Gabigol e Pedro seriam melhores tanto para marcar gol quanto para puxar marcação.

Luuk De Jong

Ninguém entendeu muito bem porque o Barcelona achou que a contração do Suíço de 31 anos resolveria seus problemas na frente, mas fato é que não tem dado certo, e um dos grandes motivos é que o jogador é extremamente limitado e carece de pontaria.

Novamente podemos trazer o ataque do Flamengo de volta como exemplo de jogadores que poderiam ter dado muito certo por lá, ou ao menos, poderiam ter dado menos errado que a contratação do suíço, que ao o que tudo indica não vai ter vida fácil lá. 

É muito provável que o trio flamenguista tivesse ao menos menos ódio da torcida.


Sem opção de comentar este post