NETFUT
Notícias de futebol

Como foi a demissão de cada técnico de time grande em 2022 até agora?

O ano mal começou e nós já estamos vendo técnicos e times desfazendo parcerias, seja por trabalhos ruins ou mesmo por decisões internas questionáveis. Mas o fato é que a bruxa está solta e muitos treinadores foram demitidos, e muitos ainda podem acabar caindo antes que o Brasileirão chegue.

Leia: Quem é Luís Castro? Treinador disputado por Corinthians e Botafogo

No entanto, é curioso perceber que cada treinador foi demitido a sua própria maneira, por seus próprios motivos e no seu próprio contexto. E por isso hoje vamos lembrar aqui como foi a demissão de cada técnico de time grande em 2022 até agora.

Jair Ventura

Hoje em dia até parece que as palavras “demissão” e “Jair Ventura” andam juntas, já que o treinador chega em um clube, e pode ter certeza que seu caminho para sair de lá um dia vai ser através de uma demissão.

O treinador assumiu o Juventude ano passado, e até que não teve os piores dos jogos pelo Brasileirão, porém pelo Juventude a coisa foi bem complicada. O treinador foi demitido com 6 jogos e nenhuma vitória nesta temporada, sendo que a primeira vitória do time só veio agora sem Ventura.

O clima ficou insustentável rapidinho, principalmente entre São Luiz e União Frederiquense.

Sylvinho

A torcida do Juventude pode até ter ficado desconfiada de Jair Ventura, mas esperou para ver o que ia acontecer. Já a torcida do Corinthians nunca foi fã de Sylvinho. E não estamos de forma alguma dizendo que a torcida foi injusta com ele, já que o trabalho do Corinthians do mês passado parecia exatamente o mesmo de 6 meses atrás, sem nenhuma evolução.

No caso de Sylvinho, a falta de ofensividade e má utilização de boas peças fez com que a torcida gritasse a plenos pulmões nos estádios que ele deveria sair, e o presidente do Corinthians afirmou que a demissão veio justamente pelos protestos.

Vagner Mancini

Aqui temos mais um caso onde a voz do povo fez a diferença, mas pode até ser que o povo tenha se precipitado.  Entendemos que a paciência da torcida do Grêmio equivale a zero, afinal o time está na Série B, e tudo o que eles querem é fazer um bom estadual.

O time precisava evoluir, isso é verdade, e algumas coisas precisavam mudar, no entanto, Vagner Mancini foi demitido estando invicto no torneio, e isso deve ser levado em consideração.

Para se ter noção, o presidente do Grêmio lamentou a demissão, afirmando que foi uma decisão tomada pela torcida.

Enderson Moreira

E claro, temos que citar o caso de demissão mais diferente que tivemos esse ano. Enderson Moreira foi demitido depois de fazer uma série B histórica pelo Botafogo, e de ter perdido apenas um jogo nesta temporada.

No entanto, ele não foi demitido pelos resultados, mas sim por uma decisão corporativa. O Botafogo agora é um clube empresa, tem dono, o bilionário John Textor, que começou uma onda de mudanças no elenco, e começou justamente pelo técnico, na ideia de colocar um homem de sua confiança no cargo. Uma pena para Enderson.