NETFUT
Notícias de futebol

Jogadores que melhoraram muito depois de trocar de posição

Escolher a posição que se vai jogar em um time de futebol é algo que fazemos praticamente sem perceber. É simples, colocamos os altos no gol, os perebas na zaga, e o resto distribuímos pelo campo, e isso vai mudando nas escolinhas.

Porém quando um jogador escolhe em qual posição, isso não significa que ele precisa ficar com ela pelo resto da carreira. na verdade existem muitos jogadores que só conseguiram encontrar o verdadeiro sucesso na carreira depois de mudarem de posição.

E por isso hoje nós vamos falar exatamente disso, de jogadores que melhoraram muito depois de trocar de posição.

Bale

Começando com tudo vamos falar de um dos casos de mudança de posição mais famosos do futebol moderno. Os mais velhos vão se lembrar de Gareth Bale na sua primeira passagem pelo Tottenham, de onde o jogador era lateral esquerdo.

Por necessidade o jogador acabou sendo testado um pouco mais adiantado, quase como um Ala, o que acabou dando muito certo. Pouco tempo depois Bale foi escalado como ponta, e aí em um fatídico jogo contra a Inter de milão que todos podem se lembrar, o gales fez da vida do lateral Maicon um inferno, fazendo um hat-trick e nunca mais ficando em qualquer posição para trás do meio de campo.


Firmino

Firmino começou como um típico jogador brasileiro ofensivo: um 9 em busca de marcar o máximo de gols possível. Porém foi na armação de jogo que o jogador se encontrou. Klopp foi o grande pivô dessa mudança, mostrando que o jogador tinha qualidade suficiente para tocar a bola ao invés de só empurrar para dentro do gol.

Aos poucos o jogador foi deixando a área, fazendo um trabalho de puxar a marcação para baixo, deixando os corredores livres para que Mane e Salah corram. Klopp gosta tanto de Firmino fazendo essa função que já disse que livros serão escritos para descrever o jogador.

Sergio Ramos

Sergio Ramos, ao lado de Beckenbauer, é sem sombra de duvida o maior zagueiro de todos os tempos. E mais irônico é que ele começou sua carreira como lateral, e até foi contratado pelo Real Madrid como um lateral.

A lenda diz que foi Vanderlei Luxemburgo que pediu para que ele fosse zagueiro no Real, e isso acabou funcionando tão bem que assim ele ficou para o resto de sua carreira, sendo um zagueiro infinitamente melhor do que ele poderia ser como lateral.

Cristiano Ronaldo

Quem assistia aos jogos da primeira passagem de Cristiano Ronaldo pelo Manchester United vai se lembrar que o jogador atuava muito mais como um ponta, apostando mais na velocidade e na explosão, inclusive sendo o primeiro jogador do mundo da posição a ganhar o prêmio de melhor do mundo.

No entanto, o tempo foi passando e o jogador foi ficando cada vez mais próximo da área, e foi próximo da área que ele se encontrou, e se tornou a máquina de gols que todos conhecem. O Robozão como conhecemos, só existe graças a essa mudança.