NETFUT
Notícias de futebol

Atlético Mineiro segue sem técnico. Conversas com Eduardo Berizzo esfriaram

O drama do Atlético Mineiro em conseguir um novo técnico vem cada vez mais incômodo para os torcedores. Um time com um elenco forte precisa de um comandante a altura, e todos ali sabem disso, da diretoria à torcida, porém, a demora para encontrar esse novo treinador, uma vez que a pré-temporada já deveria estar em andamento, começa a preocupar.

O nome mais óbvio no começo disso tudo era Jorge Jesus. O treinador acabou ficando livre no mercado praticamente ao mesmo tempo que o treinador Cuca pediu demissão para passar um tempo com a sua família, e com a combinação dos dois livres, todo mundo achou que esse era um casamento certo.

No entanto, Jesus não quer voltar a trabalhar no Brasil, ao menos não agora, já que quer seguir seu sonho de ser um treinador grande na Europa, e começou a enrolar o Galo, não dizendo que não, mas pedindo mais tempo para poder pensar e ter certeza.

Essa indecisão irritou a cúpula do Galo, que decidiu desistir do treinador começar a correr atrás de outros nomes, e alguns nomes foram ventilados, mas um deles, que agradou muito a diretoria, parece já estar fora de cogitação também.

Berizzo

O atual alvo do Galo era Eduardo Berizzo, treinador argentino de 52 anos que passou por Celta de Vigo, Sevilla, Athletic Bilbão e principalmente a seleção do Paraguai, a qual deixou no ano passado, ficando assim livre no mercado.

tecnico Eduardo Berizzo – foto: reprodução/internet

Mesmo estando livre no mercado, o que fez o Galo acreditar que faria com que a negociação toda fosse mais fácil, o que o time viu foi um técnico difícil de se negociar. Não se sabe exatamente o que pode estar travando a negociação, mas imagina-se que assim como Jorge Jesus, o treinador acredita que ainda tenha mercado na Europa e queira ficar por lá, e ao menos por agora, não tem acordo entre as duas partes.

Carlos Carvalhal

O Galo inclusive vive um drama parecido com outro nome que também vinha falando depois que as coisas com Jesus acabaram não dando certo. Trata-se de Carlos Carvalhal, treinador português que atualmente comanda o Braga de Portugal também.

As conversas com o treinador até foram promissoras por um tempo, porém existem dois problemas capitais para atrapalhar a vinda do treinador.

Uma delas é o fato de o treinador ainda estar empregado. Provavelmente o Braga pediria uma multa rescisória bem alta para poder liberá-lo, algo que o Atlético Mineiro não está nenhum pouco afim de pagar.

A segunda coisa é o fato do treinador não querer morar no Brasil. Comandar o Galo é algo que ele gostaria, mas morar no Brasil envolve também o resto de sua família, e sobre isso o treinador ainda não tem certeza, e sem dúvida nenhuma prefere morar em Portugal.

Um drama muito parecido com o de Abel Ferreira, treinador do Palmeiras, cuja família também não é fã daqui, e a ponto de morar em Portugal enquanto o treinador mora aqui sozinho para trabalhar.


Sem opção de comentar este post