NETFUT
Notícias de futebol

Euros à vista? Flamengo projeta a internacionalização da marca através de clube Português

Nesta quinta feira a noite aconteceu uma reunião para falar sobre o plano de internacionalização da marca Flamengo pela Europa, com a ideia de usar um clube português para isso. O projeto foi apresentado, e ao o que tudo indica agradou tanto quem já tinha fé no projeto quanto aqueles que tinham vindo se opondo até então, chegando até a tirar aplausos dos presentes.

Leia: Flamengo volta aos treinos com retornos e novidades no elenco

Para quem não sabe, a ideia é que o Flamengo administre um clube que irá disputar a série A do campeonato nacional de Portugal. Isso através de um investidor que irá comprar 80% da Sociedade Anónima Desportiva, o SAD, formato financeiro em que os clubes de futebol em sua maioria existem.

No caso, o clube é o Tondela, e a ideia é que esse Investidor, junto ao Flamengo, controlem esse time em todos os seus aspectos esportivos.

O lado mais positivo dessa história é o fato de que o Flamengo não terá que fazer nenhum investimento inicial, e além disso ainda vai lucrar para que sua marca seja usada no clube português.

Inclusive captar dinheiro é literalmente o próximo passo do Flamengo nessa história, e o time já tem documentação certa para correr atrás de investidores, e ao que tudo indica, o time já está bem conversado com um banco.

O Banco no caso é o BTG Pactual. Mas o banco é só um dos primeiros passos de muitos que o Fla ainda tem que dar dentro dessa história. O clube também já conseguiu alguns acordos que, se somados, podem alcançar 50 milhões de euros, ou 307 milhões de reais.

Quem está à frente de todas as negociações para levar a bandeira rubro-negra ao velho continente é o vice-presidente de finanças no clube, Rodrigo Tostes, que inclusive deixou claro que conseguiu investidores para que o Flamengo consiga ir longe nesse projeto é fundamental.

Segundo Tostes, o Flamengo está muito satisfeito com toda receptividade do Conselho de Administração a respeito do conceito de seu projeto. Segundo ele ainda, ficou claro para todos que esse projeto pode ser muito bom e muito lucrativo para o Flamengo a longo prazo, e agora o foco é conseguir fechar com o banco e com mais alguns investidores, já que sem eles não tem muito como o plano ir para frente.

O Tondela foi o clube escolhido mas não foi o primeiro ou único clube sondado pelo Flamengo. Pelo menos mais cinco equipes ficaram na mira rubro negra, mas acabou que o escolhido foi mesmo o Tondela.

O Fla acredita que existe um grande campo financeiro a ser explorado em Portugal, principalmente por conta da grande quantidade de brasileiros por lá, e também pela fácil identificação de portugueses com a língua portuguesa que usamos.

Existe a ideia de que uma segunda camisa seja criada para que possa levar as cores preta e vermelha, uma vez que a identidade visual do clube bem como a primeira camisa segue as cores verde e amarelo.