NETFUT
Notícias de futebol

São Paulo e América Mineiro empatam em jogo fraco, mas suficiente para o Coelho sair do Z-4

Na noite desta quarta feira o São Paulo recebeu a equipe do América Mineiro em jogo atrasado válido pela décima nona rodada do Campeonato Brasileiro. O jogo aconteceu no estádio do Morumbi, e na partida os torcedores do São Paulo poderiam estar esperando mais 3 pontos importantes contra um time que estava na zona do rebaixamento, mas o que tiveram ao invés disso foi um empate sem gols que serviu os visitantes que agora já não estão mais na zona da degola.

Leia: Expectativa versus Realidade: 5 motivos de decepção em toda história do São Paulo

O jogo foi marcado por uma primeira etapa que tornou as defesas as grandes protagonistas do jogo. O São Paulo tentou ter postura de mandante e controlar mais a partida. Fazendo isso, conseguiu até criar algumas chances de perigo a gol.

O Jogo

1º Tempo

No entanto, mesmo com menos posse de bola, o América Mineiro foi para cima para pressionar, sabia que os pontos conquistados nesse jogo significariam a saída do time da zona de perigo.

Dessa forma o ataque do Coelho começou dando trabalho, com Ribamar e Felipe Azevedo levando perigo ao gol mesmo antes do jogo completar 10 minutos, fazendo com que Volpi, que vive um momento difícil no time, tivesse que trabalhar.

Pablo até balançou as redes aos 16 minutos, no entanto, a jogada foi impedida. O fôlego do coelho foi acabando e com mais posse de bola, o São Paulo conseguiu mais controle de jogo, chegando ao ataque duas vezes com Rigoni aos 35 minutos de jogo, sendo um belo chute de fora da área e na sequência, um cabeceio muito perigoso. Porém nada que fosse suficiente para tirar o zero do placar, terminando o primeiro tempo dessa forma.

2º Tempo

Se o primeiro tempo foi marcado pela competência das defesas, o segundo tempo seria marcado pela incompetência dos ataques. Com dois minutos de jogo, Igor Gomes se movimentou bem e conseguiu chegar de cabeça em uma bola que, caso bem finalizada, tinha tudo para entrar, mas acabou indo por cima.

Esse cabeceio viria a ser a jogada de mais perigo que o São Paulo conseguiria ter durante toda a partida. O time de Crespo teve nos pés a famosa posse sem objetividade, onde o time domina a posse de bola, mas não consegue fazer nada com ela.

O torcedor abriu um sorriso quando aos 36 minutos do segundo tempo, o argentino Jonathan Calleri foi a campo, mas não conseguiu ajudar o time em muita coisa. O jogo continuou morno e com chances perdidas. Até o próprio América conseguiu perder um gol feito, com Rodolfo, que saiu do banco para perder um gol de cabeça cara a cara com Volpi, e dessa forma, o jogo terminaria sem nenhum gol pra contar.

A torcida do São Paulo segue insatisfeita com o desempenho do time, que ainda está em uma posição nada confortável na tabela, mais perto da zona do rebaixamento do que de qualquer coisa positiva no campeonato, enquanto que o America conseguiu sair do Z-4 deixando o Juventude em seu lugar.


Sem opção de comentar este post