NETFUT
Notícias de futebol

Renato Gaúcho: arbitragem é incompetente, sobre jogo com o Furacão

Na tarde de ontem Flamengo e Athletico jogaram uma rodada que estava em atraso pelo Campeonato Brasileiro, a de número quatro para sermos exatos.

Por conta do jogo da semifinal, essa partida acabou já começando com os ânimos nas alturas, com as duas equipes claramente hostis uma à outra. O Flamengo claramente era o time mais nervoso, afinal é o time que mais tem a provar.

A equipe de Renato Gaúcho não vem bem e ainda tem todos os olhares do mundo para si, e tudo pareceu que correria bem quando Gabigol quebrou seu jejum de gols marcando duas vezes, um golaço em uma delas.

Porém, o Furacão conseguiu buscar o empate, e um dos gols marcados, foi pelo carrasco flamenguista Renato Kayser, que foi protagonista de uma cena que irritou muito Renato Gaúcho.

Kayser foi expulso com cartão vermelho pelo árbitro, que acabou voltando atrás em sua decisão após revisão do VAR. Renato não gostou nenhum pouco e taxou a decisão como uma decisão que passou dos limites, alegando que o atacante teria agredido o jogador do Flamengo, e que o papel do VAR foi apitar o jogo.

– Se eu falar aqui da arbitragem tem duas coisas. Uma que eu não gosto de falar de arbitragem. Outra que as pessoas vão falar que é desculpa. Mas hoje, a arbitragem passou dos limites. No lance do Kayzer, ele deveria ter sido expulso. Foi uma agressão por cima e por baixo. Tanto é que o juiz o expulsou na hora. E mais uma vez o VAR entrou em ação. Quando eu falo que é o VAR que apita o jogo, ninguém acredita. Aí tinha que fazer essa pergunta para o árbitro de vídeo. E ao mesmo tempo o do jogo. Mas eles não dão entrevistas. Eles vão embora. Na próxima rodada eles vão estar trabalhando de novo. Nós, que trabalhamos arduamente para buscar o resultado, somos os criticados – disse Renato, que completou seu raciocínio dizendo:

– A pergunta que eu gostaria de fazer para o Gaciba e para os árbitros: no próximo jogo meu jogador pode dar soco então? Vai poder agredir? Mas pode olhar no VAR, não sangrou, não quebrou os dentes do adversário. O que precisa fazer para ser expulso? Esta é a pergunta que precisa ser feita para a arbitragem. Essas perguntas têm que ser feitas para o Gaciba.

Por fim a situação levou Renato Portaluppi a fazer afirmações sobre a Arbitragem e isso está cada vez mais comum por aqui

Ainda nessa entrevista Renato classificou a arbitragem brasileira como incompetente, alegando que o VAR é um sistema anti erros para o futebol e que por isso ele mesmo sempre foi a favor, mas que por aqui a arbitragem mesmo assim consegue cometer erros.

Vale lembrar que com esse empate o Flamengo fica a 9 pontos do Galo, e se tivesse vencido estaria a 7. A ideia do Flamengo para se manter vivo na competição era vencer seus dois jogos atrasados, reduzindo a distância para 4 pontos do Atlético Mineiro, mas com esse empate tudo se torna mais difícil para o rubro-negro na corrida pelo título.