NETFUT
Notícias de futebol

Quem comandaria o Flamengo sem Renato Gaúcho

A prova de que o nosso futebol é algo completamente imprevisível, e para alguns completamente doido, é que no meio dessa semana por muito pouco o Flamengo não perdeu seu treinador, mesmo tendo apenas 6 derrotas desde que chegou ao clube.

Renato Gaúcho chegou ao limite e seu estresse, tanto com o gol quanto com os gritos ofensivos da torcida, acabou entregando o cargo ainda no vestiário. Acontece que os dirigentes do clube convenceram o treinador de permanecer no cargo, mas pegando carona na popular série What If, nós vamos ponderar a questão: e se Renato realmente tivesse deixado o Flamengo? Quem poderia substituí-lo?

Galhardo

Vamos com um primeiro nome de peso aqui. O Flamengo pode ter cansado de alguns nomes estrangeiros, mas existem nomes que seriam garantidos caso chegassem em um acordo. Já faz um tempo que Galhardo é técnico do River Plate, e como podemos perceber nos últimos anos, existe um limite de até onde o time Argentino pode levá-lo. Não é de hoje que ele espera um convite europeu que nunca chega, e talvez, como treinador do Flamengo os olhos do velho continente levassem ele mais a sério, o que faria que seu sonho de treinar um gigante europeu pudesse vir muito mais facilmente através do Flamengo do que com o River.

Quique Setién

Apesar de não ter dado certo no Barcelona, o treinador deu muito certo o btis, e trazer Setién para o clube seria uma tática muito parecida com a usada com Jesus.

A ideia de trazer um treinador extremamente inventivo e talentoso, mas que não tem muito espaço na Europa para vir ao Brasil, é uma fórmula que parece ter efeito, e se o Flamengo chamasse com certeza o treinador ficaria tentado, afinal, é o nome que chama muito a atenção, além é claro do Flamengo ser um dos poucos clubes que tem dinheiro suficiente para trazer um treinador europeu com um certo nome já.

André Villas-Boas

Ainda seguindo a ideia de trazer um treinador europeu talentoso porém sem muito espaço na Europa, temos André Villas-Boas, que a não muito tempo atrás, dirigiu o Olympique de Marselha e que foi auxiliar de Mourinho.

Além de ser Português, uma língua que traz boas memórias ao torcedor, André também já admitiu um desejo profundo de trabalhar no Brasil, então é de se esperar que ele conheça o trabalho feito por Jesus no Flamengo, e com certeza se disponibilizaria para tentar repetir os feitos do Mister.

Sebastián Beccacece

Agora vamos falar de um nome que, assim como Galhardo, já não cabe mais onde trabalha. Beccacece fez um ótimo trabalho pelo Racing e vem fazendo outro ótimo trabalho pelo Defensa y Justicia, no entanto, o treinador parece mais que pronto para voos maiores, e esse voo poderia facilmente vir através do Flamengo, com o elenco que tem.

 O treinador já foi sondado por São Paulo e Santos, e quase sempre está na mira de grandes clubes por aqui.


Sem opção de comentar este post