NETFUT
Notícias de futebol

Derrota magra, derrota amarga: Santos perde para o Libertad e está fora da Sul-Americana

A equipe do Libertad recebeu o Santos em Assunção do Paraguai no estádio Defensores Del Chaco em partida válida pelas quartas de final da Sul-Americana, e o placar acabou sendo magro e amargo para a equipe brasileira.

O Santos que tanto sonhou em ir longe na competição de olho na premiação que o torneio poderia trazer para seus cofres acabou caindo fora da competição e foi mais uma vítima da contestada regra do gol marcado fora de casa.

Leia: Léo Baptistão já é santista, mas ainda não pode ser anunciado pelo Santos. Entenda o caso

Os comandados de Fernando Diniz venceram o primeiro jogo na Vila pelo placar de 2 a 1, e com a derrota nesse jogo pelo placar mínimo, o agregado acabou ficando em 2 a 2, no entanto o Libertad marcou um gol fora de casa e o Santos não, o que nas regras da competição acabou dando a semifinal para os paraguaios.

O Jogo

Para os torcedores paraguaios a noite foi mágica, principalmente os dois mil torcedores que puderam estar presentes no estádio para ver Ferreira marcar e colocar o time na próxima fase da competição.

1º Tempo

Os torcedores já viram desde cedo que seu time estava disposto a não deixar a vaga escapar para o Peixe, e colocaram pressão logo no começo do primeiro tempo. O Santos caiu na pressão paraguaia e não conseguiu fazer com que a bola saísse da área de João Paulo.

Isso fez com que o gol fosse sendo construído aos poucos, e aos 15 minutos, em uma bola área, a mais temida pelo Peixe, Barboza conseguiu chegar primeiro que Luiz Felipe e desviou para o gol. João Paulo que apesar da derrota estava em uma boa noite, salvou, mas não salvou a sobra que ficou nos pés de Ferreira que só precisou completar para o gol.

O gol parecia que iria dar uma balançada na equipe do Santos, e o time até conseguiu ficar com a bola nos pés, mas com uma posse de bola ineficaz que não levava perigo a meta do goleiro Martin Silva.

O Santos não conseguiu dar sequer um chute a gol na primeira etapa, e após o gol a coisa mais emocionante que aconteceu foi um pênalti perdido pelo Libertad e não marcado pelo árbitro. E assim o primeiro tempo terminou 1 a 0 para os donos da casa.

2º Tempo

No segundo tempo Marcos Leonardo ganhou a vaga de Gabriel Pirani que não conseguiu criar mundo, e de repente o Peixe tinha alguém dentro da área para aproveitar o que chegasse.
A mudança quase surtiu efeito de imediato, e o jogador acertou o travessão em cruzamento de Madson, para o desespero da torcida do Santos. Fernando Diniz sentiu que mexeu bem mas precisava demais, mas infelizmente esse mais acabou não surgindo.

João Paulo ainda faria boas defesas antes do jogo acabar e mostraria que caso existisse algum culpado pela derrota e eliminação ele com certeza não teria nome nessa lista.

E assim terminou o jogo, melancólico para o torcedor santista. Já o Libertad tem outro brasileiro pela frente: O Red Bull Bragantino.