NETFUT
Notícias de futebol

De quem é a culpa? Crespo liga a estrutura do São Paulo ao alto número de lesões no clube

O São Paulo teve mais uma lesão recentemente: a de Arboleda. O jogador nem ao menos entrou em campo contra o Sport e acabou sendo vetado uma hora antes do jogo, que foi quando o tricolor deu a notícia da nova lesão.

Leia: O velho fantasma tricolor: São Paulo tem mais uma lesão no elenco

Lesão após lesão, o técnico Hernán Crespo vem se irritando mais com a situação. O técnico mal consegue repetir escalações por conta das perdas e muitas vezes não pode usar seus jogadores principais em jogos decisivos, como foi o caso com Benítez nos jogos das quartas de final da Libertadores contra o Palmeiras.

A situação já incomoda tanto que o treinador veio a público reclamar da situação, e apontou a estrutura do São Paulo como uma das responsáveis pelo alto número de lesões que o elenco vem tendo.

Na entrevista coletiva após o jogo com o Sport, Crespo pediu melhorias no setor, e acabou recebendo resposta de Carlos Belmonte, diretor de futebol do clube. Ele também veio a público, desta vez através das redes sociais para afirmar que se reuniu com Crespo e mais alguns membros da diretoria para tratar sobre o assunto.

 

Na publicação, o dirigente afirmou que modernizar o Núcleo de Reabilitação Esportiva Fisioterápica e Fisiológica, conhecida também como Reffis, é a prioridade da diretoria, e que se reuniu tanto com Crespo quanto com Muricy e também com os departamentos físicos e médicos para entender o que tem acontecido e planejar o que pode ser feito. O dirigente afirma também que o São Paulo já não investe na estrutura dessas áreas há algum tempo, e que pretende fazer com que ela volte a ser referência.

Vale lembrar que durante muito tempo o São Paulo era tido como referência internacional em tratar lesões de jogadores. o Reffis que foi instalado no CT da Barra Funda em 2003 foi pensado para operar com maestria por pelo menos 15 anos, e nesse meio tempo tratou grandes jogadores.

Um bom exemplo é Kaká, ídolo do clube e melhor do mundo em 2008, o jogador veio ao Brasil para se tratar no CT, o que começou a atrair nomes, que também se interessaram em se tratar no Reffis, e que acabaram gerando uma relação tão boa que depois acabaram se transferindo para o time, como foi o caso de Luizão, Adriano e Ricardo Oliveira.

No entanto, o tempo passou e hoje o São Paulo já não é mais a referência nisso no país, vendo outros clubes como os rivais Palmeiras e Corinthians, Flamengo, Atlético Mineiro e até o Athletico-PR passarem a frente, cada um com seus próprios méritos em recuperar jogadores.

Lembrando também que a aqueles que culpam o treinador Hernán Crespo mais do que culpam o Departamento Médico do time, alegando que o treinador forçou demais o time durante o Campeonato Paulista com o intuito de ganhar o título que, ao olhar de muitos não tem valor, para poder ficar de bem com a torcida, e que o preço por isso está sendo pago agora com o alto número de lesões.