NETFUT
Notícias de futebol

Clássico para a história, time sem vergonha e tudo o que rolou na rodada 30

A trigésima rodada do Campeonato Brasileiro chegou ao seu fim, e o que nos resta agora é analisar o que passou para nos prepararmos para a próxima rodada. E podemos dizer que tivemos alguns jogos muito interessantes que mudaram algumas coisas no campeonato e também que balançaram o coração do torcedor. E por isso agora vamos falar o que de melhor rolou nessa rodada.

Clássico de um novo artilheiro

Palmeiras e Santos se enfrentaram, e com certa facilidade o Verdão venceu. Isso colocou o Santos novamente na porta do rebaixamento, mas por sorte, o Peixe viu o Sport cair no último minuto frente ao Fluminense, e com isso o Peixe fica a 5 pontos da zona da degola. 

Mais do que isso, colocou Raphael Veiga como um dos 5 maiores artilheiros do Palmeiras neste século, igualando a marca de Valdivia.

Quase um time sem vergonha

O Flu conseguiu uma vitória heroica nos acréscimos e complicou a vida do Sport, mas ajudou muito o Santos. Agora o Leão se encontra a 5 pontos de sair da zona do rebaixamento, o que pode aparecer muito nos poucos jogos que ainda restam. Mas mais curioso que isso, é o fato de que quando o gol do Flu saiu, a torcida já cantava a plenos pulmões “time sem vergonha”, um protesto aos resultados ruins que o time vinha tendo e pareceu que seria novamente ali.

Lanterna porém carrasco

A Chapecoense fez mais uma vítima, o que pode parecer uma frase estranha para um time praticamente rebaixado, mas é verdade. Isso porque o time de Chapecó tem um costume de complicar a vida de times da parte de cima da tabela, tendo feito isso com o Atlético Mineiro e novamente com o Flamengo, empatando em 2 a 2.

Neste jogo podemos citar também os erros grotescos de arbitragem que acabaram prejudicando o Flamengo, que poderia ter saído vitorioso se não fosse um impedimento mal marcado.

Gre-Nal da provocação

Tivemos mais um Grenal, e como sempre, foi um jogo extremamente brigado e pegado, sobretudo porque um dos times estava jogando pela sobrevivência, e outro pelo prazer de tentar afundar o rival.

Pois bem, o Internacional venceu e realmente afundou o Grêmio, e como se isso não fosse suficiente, ao final Patrick comemorou a vitória com um caixão azul, ironizando as chances de queda do rival, e isso obviamente terminou em muita confusão, com Cortez fora de controle sendo expulso mesmo que depois do jogo.

Sempre na bacia das almas

Com Fluminense e Internacional o Corinthians acabou sendo obrigado a vencer também para não pôr sua vaga na Libertadores em risco, e isso só foi acontecer depois dos 40 do segundo tempo com Cantillo marcando contra o Fortaleza.

Esse é apenas mais um jogo que o Corinthians vence assim no sufoco, já que assim foi também contra a Chapecoense na rodada passada.

Um começo complicado

No duelo entre São Paulo e Bahia, Guto Ferreira levou vantagem sobre Rogério Ceni. Com o placar mínimo em mãos, o Bahia fica a apenas 1 ponto do tricolor paulista, e tira o time de Rogério da zona de classificação para a Sul Americana. Com isso, Rogério agora tem 2 vitórias, 1 empate e 2 derrotas.

Os vingadores do Galo

Por fim o Atlético Mineiro teve um jogo bem corrido contra o América Mineiro, mas ao fim do clássico,  Guilherme Arana, ou como dizem, Homem Arana consegue marcar o gol da vitória, e quase do título, e comemora ao lado de Hulk.