NETFUT
Notícias de futebol

Andreas Pereira foi o culpado pela derrota do Flamengo? Analise

Nós, torcedores e amantes do futebol temos uma coisa em comum: somos todos humanos, e consequentemente somos todos limitados a nossos sentimentos. Somos passionais, e temos reações passionais as coisas que acontecem. 

Uma atitude passional a se tomar, e que tomamos constantemente em nossas vidas é procurar culpado para situações que nos incomodam. Ainda que o infortúnio tenha ocorrido por algo incontrolável, tenha acontecido de forma incontornável, a nossa primeira reação é procurar alguém para culpar, já que queremos alguém para depositar a nossa raiva. E podemos ver isso de certa forma, aplicando dentro da final da Libertadores desde fim de semana. Já que tivemos uma falha individual bem grande no jogo, a de Andreas Pereira, que resultou no gol da vitória do Palmeiras frente ao Flamengo.

Mas isso faz de Andreas o culpado do jogo? Vamos falar um pouco mais sobre culpa dentro do futebol.

Pode realmente existir apenas um culpado no futebol?

O futebol é um esporte coletivo. Ele depende 100% do elenco, e por mais que às vezes um jogador possa ser responsável por uma vitória com um gol salvador, o mérito nunca é só dele. Se um jogo termina em 1 a 0, o jogador pode até ser o responsável pela vitória, mas o resto da equipe se certificou que o zero ficasse no placar por seu lado.

Isso se aplica também ao erro. Dizer que apenas um erro custou a derrota, é tirar a responsabilidade do time durante o resto do jogo. E no caso de Andreas, é ignorar o fato de que Filipe Luís e David Luiz erraram no lance do primeiro gol do Palmeiras, é ignorar que Everton Ribeiro não jogou bem enquanto esteve em campo, é ignorar que Michael perdeu um gol cara a cara com o goleiro.

Se eles não tivessem cometido seus próprios erros, talvez o erro de Andreas nem existiria. Isso significa que o jogador não tem culpa? Não, isso significa que ele não é o único e nem o maior culpado.

O mal que apontar um único culpado pode fazer

Você já ouviu falar de Moacir Barbosa Nascimento? Esse vem a ser o goleiro da primeira Copa do mundo real que a seleção Brasileira disputou, com a infame final conhecida como “Maracanaço”. 

Na ocasião, o Brasil perdeu para o Uruguai, e todos apontam falha de Barbosa no lance do segundo gol. Isso significa que Barbosa foi o primeiro grande “culpado” do futebol brasileiro, e isso o perseguiu durante toda sua vida.

Moacir Barbosa Nascimento, 27 de março de 1921 – 07 de abril de 2000 (Santos, São Paulo)

Por mais que o Vasco, seu time, tenha feito de tudo para espantar essa imagem de um goleiro que era ótimo de fato, torcedores fanáticos da seleção nunca o deixariam esquecer, algo que fez muito mal para sua mente e para sua saúde física, uma das maiores injustiças que o Brasil já cometeu a um ser humano.

O erro de Andreas vai permanecer em sua mente, talvez pelo resto de sua vida, mas é importante que a torcida entenda que um erro não justifica uma vida de perseguições, principalmente para um jogador de apenas 25 anos que ainda pode dar muita felicidade ao time.