NETFUT
Notícias de futebol

Veja o pacotão de dispensa do Grêmio para 2022.

O Grêmio está preparando seu time para o ano que vem. Todos que acompanharam a série B deste ano viram que a competição não é nada fácil, nem para os times que acabaram de cair, com clubes como o Vasco e o Cruzeiro passando longe do acesso de volta à elite do futebol brasileiro. Por isso o Grêmio sabe que precisa se preocupar em trazer novos nomes, mas a única forma de novos nomes surgirem é se alguns nomes antigos saírem da equipe. E se depender do presidente do clube, vão ficar apenas 5 ou 6 atletas, como ele mesmo já disse.

Porém falando em termos realistas, quem deve deixar o time? Vamos falar sobre isso.

Alisson

Vamos começar por um nome que o próprio presidente do clube já disse publicamente que não fica. O termo usado pelo presidente para sua saída foi “o torcedor é mandatório”, o que deixa óbvio que o jogador não tem sido muito querido pela torcida do Imortal.

Alisson foi um dos mais irregulares da equipe ao longo da temporada, e olha que teve chances com praticamente todos os técnicos que passaram pelo clube nesta temporada. Mesmo assim as coisas nunca foram boas de verdade com o jogador e ele deve deixar o Imortal em janeiro.

Everton

Everton é um jogador que chegou ao Grêmio com grandes expectativas, as quais passaram longe de serem atingidas. Mas mesmo não atingindo, o jogador ainda recebe um alto salário, e esse é um sangramento que o Grêmio quer estancar a todo custo.

O jogador passou praticamente o ano todo afastado do time, nem ao menos treinando com eles ou sendo relacionado, uma situação bem complicada para os dois lados. O time não sabe se vai conseguir arranjar um comprador para Everton, e estuda a melhor forma de se livrar do jogador.

Paulo Miranda

Apesar de passar bastante tempo encostado também, Paulo Miranda até chegou a jogar um jogo ou outro por conta da necessidade do time, afinal, foi um ano em que a dupla titular composta por Pedro Geromel e Kannemann praticamente não jogou, com os dois sofrendo muito com lesões.

Assim como Everton, Paulo Miranda tem um salário muito alto, alto demais para seguir na atual situação do jogador, e é mais um sangramento que deve ser estancado para abrir espaço para novos talentos.

Douglas Costa

E é claro, não podia faltar a cereja do bolo. Douglas Costa vai sair do Grêmio e nesse momento os motivos são muitos. Desde seu salário muito alto para uma série B, até todos os problemas que o jogador vem tendo com o clube.

É claro, a parte física também não ajuda, com o jogador tendo um custo-benefício nulo com o Grêmio, passando mais tempo lesionado do que jogando. Vai ser o adeus mais melancólico da próxima janela.

Outros

Além dos citados, o Grêmio ainda vai analisar nomes como os de Cortez e Diego Souza, que não são os nomes que o clube gostaria para o ano que vem, mas por estarem disputando a Série B, talvez possam render mais.