NETFUT
Notícias de futebol

Tite se revolta com arbitragem e dispara: É inconcebível

Na noite passada, Brasil e Argentina se enfrentaram em um jogo extremamente hostil e brigado. No entanto, quem viu o jogo sabe que a seleção entrou disposta a jogar, porém foi recebida por uma Argentina à moda antiga, com pouca bola e muita briga.

Poderíamos apontar diversas situações no jogo que mostram isso com clareza, desde todos os lances de De Paul que ao mesmo tempo que era violento, cavava faltas a todo momento até mesmo Messi sendo extremamente duro nas discussões com jogadores e principalmente com a arbitragem.

Arbitragem essa que acabou se omitindo no lance mais absurdo de toda partida, a cotovelada de Otamendi em Raphinha que fez com que o jogador sangrasse o primeiro tempo todo, o qual o árbitro em nenhum momento seguiu a regra o retirando de campo, já que jogadores não podem jogar sangrando, e claramente não o fez pois teria que admitir que o jogador de fato foi atingido, e ele nem ao menos marcou falta.

Quem ficou extremamente irritado foi Tite. O treinador da seleção brasileira, em coletiva depois do jogo, claramente teve problemas para manter a compostura, que inclusive é uma das marcas registradas dele.

– Eu vou tirar a máscara para falar. E vou falar o que falei no vestiário para a arbitragem. E vou assumir. O Cunha é um extraordinário árbitro, a qualidade técnica e percepção deles são altíssimas, um aspecto disciplinar muito alta, mas arbitragem exige uma equipe de trabalho. Quem está no VAR… É simplesmente impossível, vou repetir, é simplesmente impossível, não ver a cotovelada do Otamendi no Raphinha. Isso ia determinar no resultado? Não sei. Grande jogo entre os dois? Grande jogo. Mas tem um componente que tem que ser igual. Para quem tem o discernimento de ver, assim como meu agradecimento a cidade de San Juan, a forma educada que nos recebeu. Não recebi um insulto enquanto estive no banco de reservas. Fora dos padrões normais, muito obrigado San Juan por acolher e respeitar o profissional. O outro lado. Árbitro de alto nível de VAR não pode trabalhar desta forma, é inconcebível. Não é o termo que queria dizer, estou falando esse porque sou educado – Disse Tite em um tom muito irritado.

Vale lembrar que Otamendi, autor da cotovelada, tem um histórico gigantesco de ser um jogador agressivo. Ele já foi o responsável por ter mandado Gabriel Jesus para o Departamento Médico com um afundamento de face por conta de uma cotovelada em um Brasil e Argentina, e o mais curioso de tudo é que na época os dois jogadores jogavam no mesmo clube, o Manchester City.

Uma situação parecida se fez presente com De Paul e Matheus Cunha se estranhando a todo momento, trocando xingamentos e pancadas a toda hora, mesmo os dois jogadores também sendo do mesmo clube, o Atlético de Madrid.

Se conversas sobre o assunto surgirem no Atlético de Madrid, é possível que o treinador Simeone ainda dê mais razão para De Paul, já que o próprio não era muito diferente nos seus tempos de Brasil e Argentina.


Sem opção de comentar este post