NETFUT
Notícias de futebol

Por que a vinda de Renato Gaúcho mudou tudo no Flamengo?

O Flamengo é oficialmente finalista da Libertadores 2021. O time bateu o Barcelona-EQU duas vezes nas duas partidas da semi, e chega a essa final com muita moral ao comando do treinador Renato Gaúcho.

Quem vê esse Flamengo voando, marcando gols e se defendendo bem pode esquecer que a não muito tempo atrás, as coisas eram bem diferentes. A torcida ainda não cicatrizou por completo a passagem de Rogério Ceni pelo time, e provavelmente nem consegue imaginar como as coisas estariam hoje se Rogério ainda estivesse no comando do rubro-negro.

Desde a saída do “Mister” Jorge Jesus o Flamengo teve grandes problemas em conseguir encontrar um outro nome para o lugar do Português. Primeiro tentaram um nome internacional que acabou se firmando. Claro que substituir Jesus era uma missão ingrata, mas o Flamengo resolveu não ter paciência e trouxe para o lugar dele Rogério Ceni.

O caminho foi difícil até chegar o “salvador”

Temos que lembrar que apesar de toda a desconfiança que as pessoas têm por Rogério Ceni hoje, na época da contratação ninguém olhava isso como algo ruim, e a sensação era que o Flamengo estava contratando ali, o mais próximo de um técnico internacional, só que do nosso futebol.

A expectativa de um técnico jovem e com ideias novas agradava a todos, desde jogadores, torcedores e a diretoria, porém as coisas acabaram não saindo da forma que todos eles esperavam.

Rogério é, de fato, um treinador jovem e de ideias novas, mas ninguém lembrou que ele também tem a personalidade forte, e pode ser uma pessoa não muito fácil de se trabalhar as vezes.

Isso fez com que ele criasse problemas internos, e o time passou a não corresponder em campo. Mesmo o treinador tendo conquistado o Campeonato Brasileiro, a desconfiança falou mais alto, e ele não durou no cargo.

Na hora certa, o destino tratou de reajuntar os caminhos que um dia, a muito tempo, já haviam se cruzado

Foi então que uma luz no fim do túnel apareceu. Ou para usar tempos modernos, um “oi sumido” foi mandado.

Renato Gaúcho não deve usar titulares no jogo de volta da Copa do Brasil

Acontece que Renato Gaúcho e o Flamengo tem um longo e antigo caso de amor, o qual o treinador já deixou claro que queria reviver a um bom tempo, desde as épocas em que ainda treinava o grêmio.

O treinador viu muitos nomes passarem por lá, e muitas vezes era visto pela imprensa como uma contratação ruim por parte do Flamengo, uma vez que Renato era um símbolo da velha guarda de técnicos do nosso país.

No entanto, o amor parece ter falado mais alto, e o casamento entre os dois lados acabou sendo perfeito. O treinador conseguiu fazer com que seus atacantes ficassem tão afiados quanto na época de Jorge Jesus, e ao mesmo tempo, recuperou nomes como Everton Ribeiro que vinha sendo mal utilizado nas mãos de Rogério Ceni.

Renato Gaúcho não é o técnico perfeito. Ele pode ser muito egocêntrico e não saber lidar muito bem com críticas e pode ser teimoso vez ou outra, mas a campanha que o flamengo tem feito desde a sua jogada deixa muito claro que o treinador nasceu para defender o Flamengo, seja como treinador ou como jogador.


Sem opção de comentar este post