NETFUT
Notícias de futebol

São Paulo vence e ganha novo respiro na série A. Entenda tudo sobre o jogo

Neste final de semana o São Paulo recebeu a equipe do Atlético-GO em jogo válido pela vigésima primeira rodada do Campeonato Brasileiro. Nesse jogo, o tricolor entrou mais pressionado do que nunca.

Leia: Jogadores Estrangeiros Que Fizeram História No São Paulo

O time vinha ainda sofrendo consequências da polêmica vivida com Daniel Alves e ainda vinha da ressaca de uma eliminação, pra lá, de dolorida contra a equipe do Fortaleza e precisava, desesperadamente, dar uma resposta a sua torcida.

O Jogo

Primeiro Tempo

O jogo parecia que iria se tornar mais uma das dores de cabeça que o tricolor vem sentindo ultimamente. Isso porque com apenas 2 minutos de partida, o Atlético-GO chegou bem perto de inaugurar o placar e uma bela jogada de André Luiz que terminou em uma defesa de Volpi.

Com o susto, o São Paulo já acordou logo no começo e conseguiu ter o controle sobre o jogo. Teve até quase um golaço de Rigoni, que recebeu de Luan e tentou encobrir o goleiro Fernando Miguel sem sucesso.

Além de Rigoni, o São Paulo seguiu tentando com outros jogadores, seja do meio ou zaga, isso porque Arboleda tentou, Rodrigo Nestor, Igor Vinicius e Gabriel Sara, cada um de um setor diferente, todos tentando fazer o São Paulo chegar até o gol.

Mas no fim, quem conseguiu mesmo foi ele, Rigoni, que tem sido de longe a maior referência de goleador do Tricolor dentro dessa temporada. Nestor foi o autor da assistência que abriu o placar aos 35 minutos do primeiro tempo.

Menos de 10 minutos depois o Dragão iria conseguir seu gol de empate, que contou com um rebote de Tiago Volpi para que André Luis mandasse para o fundo do gol. Porém um impedimento seria marcado, e o gol seria corretamente anulado.

Segundo Tempo

No segundo tempo, o Atlético-GO não teve vergonha de entender que precisava do placar, e para conquistá-lo. O time foi para cima do tricolor paulista. Janderson tentou em um chute poderoso para o gol, mas não teve sucesso.

O São Paulo entendeu que era hora de segurar um pouco o jogo e aproveitar da sua velocidade para sair no contra-ataque, para tentar matar o jogo quando a oportunidade surgisse.

Depois de muitas tentativas, o São Paulo finalmente conseguiu colocar em prática o que gostaria, e mesmo Fernando Miguel fazendo de tudo para segurar o jogo, inclusive fazendo uma bela defesa em um chute bem forte de Galeano, o time não conseguiu segurar Luciano.

Luciano foi quem começou a jogada do gol, acionando Galeano que, por sua vez jogou com Nestor, que  devolveu com estilo para Luciano encontrar o fundo do gol. Com o segundo gol no placar, o técnico Crespo entendeu que era hora do time ficar concentrado.

Uma virada ou mesmo um empate nesse ponto poderia custar bem caro, principalmente porque teriam fantasmas de um passado recente, como no jogo contra o Fortaleza, o primeiro da Copa do Brasil onde o tricolor estava vencendo por 2 a 0 e viu o time de Vojvoda buscar o empate.

E para gelar a barriga do treinador, dos jogadores e de toda a torcida, Matheus Barbosa diminuiu o placar. Mas acabou que foi só isso, e mesmo com a pressão, o tricolor segurou e conseguiu ficar com os 3 pontos.

Com essa vitória, agora o São Paulo foi para a 12º colocação, ficando uma posição atrás do Dragão.


Sem opção de comentar este post