NETFUT
Notícias de futebol

Santos joga bem, mas não foi suficiente para bater o Atlético Mineiro

Nesta quarta-feira o Santos teve uma missão muito difícil em suas mãos: enfrentar o líder Atlético Mineiro para poder fugir da zona de rebaixamento.

O Peixe tem tido um ano difícil e está apenas um ponto acima da zona da degola. Isso fez com que o time entrasse extremamente pressionado no jogo de hoje, porém, mesmo os torcedores mais otimistas sabiam da dificuldade de se enfrentar o Galo.

Mas apesar de tudo, o Santos jogou bem por um bom pedaço do jogo. O time conseguiu até fazer o primeiro gol, mas não conseguiu resistir ao ataque da locomotiva mineira. Por conta da garra do time, a torcida do Santos poupou Carile das criticas.

O treinador por sua vez falou muito após a partida, deixando claro que o time entende que era um jogo difícil e que a parte psicológica tem sido trabalhada.

O treinador também comentou sobre a pressão que os jogadores têm enfrentado, e como tudo poderia ser bem pior caso o time não tivesse conseguido alguns outros resultados como foi contra o Grêmio. O treinador disse:

– Não vai trazer (pressão). Imagina se a gente não ganha do Grêmio como foi, como eles lutaram. Provavelmente, se a gente não ganha, estaríamos na zona de rebaixamento. Imagina como a pressão seria maior. A vitória contra o Grêmio foi maravilhosa. A gente tem que saborear, sim. Ficar orgulhoso do que aconteceu naquele jogo. O astral que aconteceu no estádio. Nós fizemos por merecer. Foi muito mais forte o que aconteceu contra o Grêmio do que o resultado de hoje para que a gente busque a nossa sequência e somando nossos pontos.

Mesmo com a derrota, o Santos sai um pouco mais confiante do jogo, mesmo sabendo que  não foi páreo para o Galo, pode ser páreo para outros clubes, e o primeiro deles é o Sport, time que o Peixe enfrenta na próxima rodada valendo pontos diretos para essa fuga, e o time espera que a evolução continue para que consigam vencer e seguir respirando o lado de fora da zona do rebaixamento.

 


Sem opção de comentar este post