NETFUT
Notícias de futebol

Santos começa a se organizar financeiramente após venda de Kaio Jorge

O Santos é mais um dos clubes brasileiros que viveu problemas financeiros mais severos. Lutando para pagar suas dívidas, e principalmente as dívidas que poderiam causar punições parecidas com as que outros clubes como o Cruzeiro sofreram.

Ir à final da Libertadores ajudou, uma vez que a premiação do vice colocado é quase tão alta quanto a do próprio campeão, mas isso não impediu que o Peixe continuasse com alguns problemas envolvendo dinheiro. 

Leia Mais: Sem Marinho, Santos tenta se encontrar para Copa do Brasil no meio de semana após bater o lanterna do Brasileiro

Por isso, o Santos entendeu que algumas vendas de jovens e promissores jogadores eram importantes, e agora a venda do atacante Kaio Jorge parece ser a próxima grande venda do Peixe para continuar cuidando de seu Caixa.

O atacante de apenas 19 anos atraiu a atenção da gigante Juventus da Itália. O time italiano ira pagar 3 milhões de euros, cerca de 19 milhões de reais, dos quais 2 milhões de euros irão para os cofres santistas imediatamente, e o restante será pago até 2022. Fora essa quantia, o Peixe ainda deve receber mais 1 milhão de euros, ou seja, 6,15 milhões de reais por algumas metas que o jovem centroavante pode vir a alcançar no novo clube

Esse dinheiro será revertido diretamente para os pagamentos urgentes que o clube precisa fazer. O próprio presidente do Santos, Andres Rueda, já disse em entrevistas que o Santos ainda precisa de muito para equilibrar as contas.

“Falta muito para equilibrar a conta. Você só vai poder ter uma tranquilidade a partir do momento que você equilibrou receita e despesa corrente. Enquanto não acontecer, sempre existe uma defasagem. A gente paga uma dívida. Só de acordos trabalhistas são 5 milhões de reais por mês. Você vai equilibrando com cota de televisão, campeonato, venda de jogador. Não tem como fugir disso” – Explicou o presente Andres Rueda.

Objetivos com o retorno da venda

Com isso, o Santos provavelmente irá usar parte do dinheiro para conseguir manter os salários em dia. Algo que no passado foi cobrado publicamente por alguns jogadores, inclusive por Marino que era e é ainda o maior nome dentro do elenco. Hoje, o Santos não está com salários atrasados, mas ainda deve algumas premiações, embora diga que já existe uma data para o pagamento dessas dívidas, fazendo assim que o caixa não fique no vermelho.

Apesar de toda essa luta para manter o clube saudável financeiramente, existe a possibilidade de novos jogadores pintarem na Vila Belmiro em breve. Com a janela aberta, o Santos deverá observar jogadores que possam vir por empréstimo, isto é, sem que o time precise pagar pela transferência, ou mesmo jogadores que estejam livres no mercado ou que tenham seu contrato já no fim, também com a ideia de não gastar com transferências. E claro, em ambos os casos, o salário tem que estar dentro da realidade santista.

Lembrando que embora a venda de Kaio Jorge não chegue a valores parecidos com outras vendas grandes que o santos já conseguiu fazer no passado, como Neymar, Gabigol, Rodrygo e outros, a diretoria ainda vê a venda com bons olhos, uma vez que o contrato do jogador acaba em 2022, e depois disso ele poderia sair de graça.


Sem opção de comentar este post