NETFUT
Notícias de futebol

Repatriação de 5 jogadores que deram errado em 2021

A temporada de futebol 2022 está começando aqui no Brasil, e os torcedores sábios devem imaginar que os clubes precisam pensar nos erros do passado para não cometê-los novamente no futuro.

E uma prática muito popular no ano passado foi a repatriação de alguns jogadores. Muitos times olharam para a Europa e viram jogadores brasileiros parados e resolveram trazer de volta.

Muitas vezes isso dá certo, muitas vezes não dá, e hoje nosso foco vai ser listar 5 jogadores repatriados que deram bem errado em 2021.

Éder

Grande craque do futebol italiano, Éder já veio para o Brasil bem medalhão, e mesmo não sendo um jogador da seleção Brasileira, ele é brasileiro, então conta como repatriação.

Porém na sua vinda ao São Paulo, o jogador acabou sofrendo com lesões, e tendo um salário bem algo, acabou ficando difícil para o tricolor sustentar. O jogador ainda quer seguir no clube, mas sem confiança e melhora, o tricolor já procura meios para poder negociar ou simplesmente se livrar do atacante.

Diego Costa

Ok, não estamos falando exatamente de um fracasso aqui O jogador jogou bem fez gols quando jogou. Mas é exatamente aí o ponto do jogador estar aqui: quando jogou. Acontece que o jogador teve muitos problemas com lesões e passou muito mais tempo no Departamento Médico que em campo, isso com um salário muito alto.

Por conta disso o próprio jogador não enxerga a sua passagem pelo Galo como boa, e não deve seguir no clube. 

Rafinha

A primeira repatriação de Rafinha? Melhor lateral direito do futebol brasileiro e campeão da Libertadores e do Brasileirão. A segunda repatriação de Rafinha? reserva e rebaixado no Brasileirão.

O lateral acabou passando maus bocados dentro do Grêmio, e viu o barco gremista ir afundando aos poucos sem poder fazer muita coisa a respeito do banco de reservas, e às vezes jogando improvisado na esquerda.

Douglas Costa

Douglas Costa só não foi a pior repatriação do Grêmio porque Douglas ainda pode dar mais 8 milhões de prejuízo para o Imortal só somando os bônus que o jogador ainda tem que receber.

Isso tudo sem contar o altíssimo salário que o jogador tem para receber, e sem que o Grêmio consiga se livrar dele, e tudo isso tendo que ser pago por um time com receita de série B nos bolsos. O jogador só não é a pior repatriação porque algum outro jogador se esforçou mais em endividar o time que estava.

Daniel Alves

E o jogador é Daniel Alves, e embora o jogador tenha feito estrago, podemos esquecer já que o caso Douglas Costa é mais recente. Mas para quem não lembra, Daniel deixou uma dívida de mais de 20 milhões de reais com o tricolor, que está pagando tudo por prestação e sabe-se lá quando isso vai ser quitado totalmente.

Para ajudar mais ainda, o jogador não poupou críticas ao time da diretoria em todas as entrevistas que deu, seja antes ou depois de rescindir seu contrato, deixando uma imagem bem ruim para o tricolor.


Sem opção de comentar este post