NETFUT
Notícias de futebol

Relembre a desastrosa passagem de Douglas Costa pelo Grêmio

A relação entre Douglas Costa e Grêmio chegou ao fim depois de uma grande novela, onde no fim das contas, os dois lados saíram prejudicados. O que é muito triste já que a sua vinda para o Brasil foi praticamente um acontecimento para o futebol, que gerou infinitas expectativas, mas que deu no que deu.

Mas que tal relembrarmos um pouco como foi essa história e seu fim trágico?

A chegada e as expectativas

A chegada de Douglas Costa ao Grêmio foi algo colossal. A chegada de Hulk foi grande, mas ainda existe muita dúvida se o jogador ainda poderia render por aqui, e poucos achavam que ele poderia render o que rendeu.

No caso de Douglas Costa foi o oposto. O jogador chegou com todos achando que ele entregaria um futebol de nível europeu por aqui, se destoando de todos e sendo de longe o melhor jogador do futebol brasileiro, talvez até voltando para a seleção brasileira.

É claro que ter tanta expectativa sobre si nunca é bom, mas não podemos dizer que isso teve papel em sua ruína, já que uma coisa é alguém projetar 20 gols para um jogador e ele fazer 10, outra é ele não fazer nenhum.

O baixo número de gols e assistências

E por falar em gols, temos que ser honestos em dizer que esse de fato nunca foi o forte do jogador. É claro que 2 gols por temporada ainda é um número horrível se comparado ao resto de sua carreira, mas como é um jogador mais vertical, Douglas sempre entregou mais assistências ou pré assistenciais, bem no estilo de jogador que vai no um contra um.

Mas não tivemos absolutamente nada disso. Ao total foram 28 jogos com a camisa do Imortal, no qual o jogador fez 3 gols e deu 2 assistências.

O fantasma das lesões

E por falar em números, temos que fazer o comparativo mais triste dessa história. Comentamos que o jogador disputou 28 jogos com a camisa gremista, mas poderia ter sido muito mais. Ao total o jogador ficou 10 jogos fora por conta de 3 lesões, isso sem contar os jogos onde poderia jogar mas foi poupado por medo de uma nova lesão.

Esse é o maior fantasma de sua carreira, sendo um problema que o seguiu por Bayern, Juventus e todos os clubes que jogou.

Polêmicas e falta de profissionalismo

Mas pior que as lesões, oque realmente incomodou o torcedor gremista foi a facilidade de Douglas entrar em polêmicas. O jogador protagonizou a confusão sobre sua festa de casamento que aconteceria antes da rodada que poderia rebaixar o Grêmio, e com as críticas, completamente compreensíveis da torcida, o jogador reagiu mal e chegou  hostilizar a própria torcida, e foi exatamente ali que ele selou o seu futuro.

Tudo isso levou ao fim melancólico, com mais promessas não cumpridas, no caso, a de ficar e levar o time às alturas novamente. Ao invés disso, o jogador sai, com um futuro incerto, mas muito queimado frente ao futebol brasileiro. Uma das maiores decepções da história do nosso futebol.