NETFUT
Notícias de futebol

Rafinha dá primeira entrevista como jogador do São Paulo e afirma: “sou torcedor”

O torcedor do São Paulo já deve estar calejado a este ponto, mas ainda assim deve existir um gatilho emocional quando um jogador chega ao São Paulo se dizendo torcedor do clube. Claro que jogadores fazem isso na melhor das intenções, tentando gerar uma conexão com a torcida como quem diz “eu sou parte de vocês”.

No entanto, o torcedor do São Paulo pode não estar muito afim de ouvir esse tipo de promessa, já que da última vez que algum jogador chegou ao clube tricolor com esse papo, deixou o time com uma dívida de 20 milhões de reais.

Curiosamente ele também era lateral direito, assim como a mais nova contratação do São Paulo, Rafinha, que já deu a sua primeira coletiva como jogador do tricolor, onde falou sobre algumas coisas bem interessantes.

Rafinha vestirá a camisa 13 do Tricolor Paulista, foto: divulgação São Paulo

O jogador, que chega para vestir a camisa de número 13, afirmou que é torcedor do São Paulo, e que está aqui para ajudar, se definiu como um jogador experiente, e que vai poder encorajar os jogadores.

– Sou jogador experiente, estou há muito tempo na estrada. A gente chega num grande clube, do qual sou torcedor, com intenção de ajudar. Por onde passei, fiz grandes trabalhos. Tem muitos jovens em São Paulo. A gente chega para ajudar, motivar. Encorajar nos momentos difíceis, ajudar dentro e fora de campo.

Experiências de Rafinha

Rafinha teve uma carreira em que passou a maior parte do tempo na Europa, e seu primeiro retorno ao Brasil acabou sendo recheado de momentos incríveis, com o jogador chegando no Flamengo que mais tarde seria treinado por Jorge Jesus, e com isso o jogador iria às alturas, sendo para muitos o melhor lateral direito em atividade no futebol brasileiro.

Isso é claro resultou em muitos títulos e uma volta para a Europa, já que o jogador chamou a atenção do velho continente mais uma vez, e acabou recebendo uma proposta considerada irrecusável na época.

Rafinha, FC Bayern de Munique – foto: reprodução/internet

Porém não demorou muito até que o jogador decidisse voltar novamente, o alvo primário era o Flamengo de novo, no entanto as coisas não deram certo, os lados não se acertaram e o jogador acabou indo para o Grêmio, e lá, tudo foi por água abaixo.

Rafinha chegou a comentar sobre seus perrengues no Grêmio, afirmando que aquela foi a primeira vez de sua carreira em que viveu qualquer coisa do tipo.

– Foi um ano diferente da minha carreira. Foi uma situação que passei pela primeira vez, um campeonato inteiro na parte de baixo da tabela. A gente tenta ajudar de qualquer jeito, exagerava, me excedia, tomava cartões… A situação incomodava a gente. Ninguém imaginava acontecer no Grêmio. Clube organizado. Foi um pecado. Tenho certeza que o Grêmio volta, merece. Espero não viver mais. Já sabemos o que fazer pra não acontecer de novo – disse Rafinha.

Rafinha deixou o Grêmio assim que a temporada terminou, e agora seu novo contrato com o São Paulo é cauteloso e tem a duração de apenas um ano.