NETFUT
Notícias de futebol

Principais objetivos de gestão do Palmeiras para 2022

Com mais um ano de sucesso, o Palmeiras já começa a pensar em como as coisas vão ser na próxima temporada. É claro que algumas coisas vão mudar, afinal, agora o Verdão vai ter uma nova diretoria.

Essas mudanças vão passar por alguns setores do futebol do Verdão, que já tem algumas metas prontas para cumprir quando a temporada começar. E dessa forma, vamos listar aqui os grandes objetivos da gestão do Palmeiras em 2022.

Manter Abel Ferreira

Sem sombra de dúvida, o primeiro pepino que a gestão de Leila vai ter que resolver é a questão de Abel Ferreira. Para muitos o português já é o maior técnico da história do clube, e para outros ele é, no mínimo, o grande responsável pela conquista da Libertadores duas vezes seguidas.

O treinador tem propostas e não se sente muito feliz morando no Brasil longe da família, então a gestão vai ter que ter boas conversas com o treinador, e caso as coisas não funcionem e ele saia, a luta vai ser para encontrar algum outro nome a altura, o que seria mais difícil ainda.

Contratações pontuais

Mesmo um time poderoso como o Palmeiras tem que seguir conseguindo novas contratações. Hoje o time que carece de um centroavante e de um zagueiro, precisa monitorar situações como a de Raphael Veiga, que se sair do clube vai criar a necessidade de um novo meia.

Além de só pensar no jogo, o Palmeiras sabe que pode ganhar um bom lucro fazendo negociações como a de Matias Viña, que chega ao clube por um valor e é revendido por outro muito mais alto, e o time espera poder continuar fazendo negociações similares a esta para manter o caixa ainda mais saudável.

Manter grandes estrelas

Um time vitorioso nada mais é que um tipo cobiçado, sobretudo pelo futebol estrangeiro. Como já dito antes existem times que estão de olho em Raphael Veiga, Gustavo Gomes, Weverton, e é crucial tentar segurar a maior parte deles possível.

É claro que em determinado momento alguma proposta financeira gigantesca vai chegar e não vai ter muito o que o time possa fazer, mas enquanto puder o Verdão vai tentar segurar seus ídolos pelo maior tempo possível, afinal, o time não precisa desesperadamente vender seus jogadores.

Isso vai ajudar a manter a cabeça fria e só vender grandes estrelas pelas chamadas ofertas com quantidade ridícula de dinheiro.

Vender jogadores específicos

Mas claro, não porque o time teve um grande ano que todo mundo ali dentro funcionou como deveria, e mesmo a nova diretoria já sabe alguns nomes devem deixar o clube caso uma boa proposta apareça.

Nesse caso o plano é fazer com que esses jogadores tenham uma negociação bem feita, para que a suas saídas deem o mínimo de prejuízo possível, e para que possam ter uma falha salarial que seja objetiva.

Lucas Lima é um bom exemplo de trabalho duro que a diretoria trás pela frente para conseguir um novo lar definitivo para o jogador.