NETFUT
Notícias de futebol

Porque Ole Solskjaer não é demitido? entenda as justificativas do Manchester United

Aqui no brasil é realmente muito fácil para um treinador perder seu emprego. Aqui o comandante costuma ser o primeiro a ser culpado pelos erros, chegando até a derrubar dois técnicos em sequência antes de procurar a culpa dentro do elenco.

Porém lá fora a grande maioria dos clubes prega por uma aposta de mais confiança e longevidade para seus treinadores. E ainda que aqui a rapidez com que um treinador caia possa parecer assustadora, lá fora a demora para agir frente a um trabalho ruim pode parecer ainda mais irritante.

Esse é justamente o caso que Ole tem passado como treinador do Manchester United. ainda que exista um apelo pela sua cabeça, a  diretoria segue mantendo o treinador, e hoje vamos falar sobre as justificativas deles para isso.

Resultados na Champions League

Antes que você fique confuso pelo o que leu, temos que lembrar que essas são as opiniões da diretoria, e que não necessariamente ela vai fazer sentido para todos, como essa mesmo.

Para a diretoria dos Diabos Vermelhos, o treinador parece estar se virando, e está conseguindo se manter firme na classificação para o mata-mata, sem talvez se importar que Cristiano Ronaldo esteja salvando o time jogo após jogo.

Herói da Champions

Uma coisa muito curiosa sobre o Manchester United é que existe muita união entre os jogadores e a diretoria. Figuras como Giggs, Gary Neville, Paul Scholes, Ferdinand são apenas algumas das figuras sempre presentes na política do time, por conta de sua ligação com a equipe.

Ole sempre fez parte disso também já que o jogador foi o grande herói da Champions League conquistada no sufoco contra o Bayern de Munique, o que faz com que a diretoria tente tratar tudo com muito mais paciência do que geralmente teriam com outros treinadores, e muitos apontam isso como o principal motivo de Ole ainda estar no cargo.

As opções de reposição

Outro motivo que tem feito a diretoria segurar o treinador no cargo, é que ela não se agrada com as opções de reposição. Como já dito, o United é um time tão “caseiro!” faz com que eles se inclinem para trazer um novo ex-atleta do clube para o cargo, o que não parecia uma mudança muito grande.

Por outro lado a diretoria é extremamente cuidadosa para trazer treinadores sem identificação com o clube, e com Conte assumindo o Tottenham o time fica ainda mais sem opções.

Ao que tudo indica, o favorito para o cargo no momento é Brendan Rodgers, técnico do Leicester.

Efeito Alex Ferguson

Um outro argumento muito usado pela diretoria é de que Ferguson, maior treinador da história do clube, precisou de tempo para ser vitorioso, tendo precisado de 6 anos no cargo para conseguir uma Premier League pela primeira vez.

Parte da torcida passiva

Como já explicado antes, o costume de demitir treinadores é mais algo nosso dos brasileiros, e na Inglaterra não é toda torcida que pede a cabeça do treinador. É unânime que todos estão decepcionados com os resultados, mas existe uma grande parte dos Diabos Vermelhos que não tem certeza se derrubar o treinador é a melhor opção.


Sem opção de comentar este post