NETFUT
Notícias de futebol

Polêmicas do futebol: Casos de salários atrasados

Recentemente Daniel Alves trouxe todos os holofotes do futebol para si e para o São Paulo, porém não de uma forma boa. Acontece que o jogador abandonou o barco, e avisou a equipe tricolor que não entraria em campo enquanto a sua dívida não fosse paga. Dívida essa que é referente aos seus salários atrasados, que hoje já está acumulado em mais de 11 milhões de reais.

Embora possa parecer uma situação inusitada, problemas como salários atrasados não são nenhuma novidade dentro do nosso futebol, e diversos clubes e jogadores já viraram notícia por conta disso.

Marinho cobrando salário em Live

O Santos tem passado por uma situação financeira delicada não é de hoje. Mas claro que atualmente, a situação é mais delicada pela campanha que o time vem fazendo, com direito a troca de técnico e algumas pressões internas.

Porém na temporada passada, o time fez uma grande campanha, sobretudo na Libertadores, onde a equipe chegou até a grande final da competição. No entanto, mesmo assim o time sofreu com salários atrasados.

Acontece que quando o Santos eliminou a equipe do Boca nos jogos da semifinal, a festa no vestiário foi grande, tão grande, que o jogador Marinho, o grande nome do Santos naquela temporada, abriu uma live em suas redes sociais, e  durante a comemoração, perguntou ao superintendente de esportes Felipe Ximenes sobre quando os salários atrasados seriam pagos.

A resposta foi um “amanhã” com um sorriso bem amarelo.

Figueirense e Paraná com jogadores em greve

No nosso futebol conversas sobre clubes se tornarem empresas têm ficado cada vez mais recorrentes. No entanto, é importante ter em mente que nem sempre isso será o melhor caminho, como o Figueirense mostrou para todos.

O time se tornou uma Sociedade Anônima em 2017, e ficou na mão de investidores, e apenas 2 anos depois o time estaria vivendo o pior momento de sua história, com dívidas para todos os lados, e obviamente, devendo salários ao ponto dos jogadores entrarem em greve, se recusando a entrar em campo se algo não fosse feito à respeito, em relação aos seus 2 meses de salários atrasados.

Algo parecido aconteceu com o Paraná recentemente, em que os jogadores não se recusaram a jogar, mas queriam paralisar os treinos, uma situação muito complicada para um time que atualmente disputa a Série C.

Vampeta no Flamengo

“Eles fingem que pagam, eu finjo que jogo”. Alguém tem dúvida de que essa é uma das frases mais icônicas do folclore futebolístico brasileiro? Vampeta já contou essa história um milhão de vezes, mas caso alguém ainda não a conheça, acontece que o jogador quando atuava pelo PSG, recebeu uma oferta para ser jogador pelo Flamengo, e ganhando ainda mais do que no time francês.

O jogador foi seduzido pela ideia de um salário milionário e partidas no Maracanã lotado, no entanto, o departamento financeiro do Fla não planejou isso direito, e o jogador mal recebeu em sua passagem pelo clube, que durou apenas 16 jogos até que ele voltasse para o Corinthians.

Nesse meio tempo, com todas as cobranças que recebeu, o jogador soltou a célebre frase citada, da qual ele jura que foi apenas uma brincadeira que acabou ganhando repercussão.


Sem opção de comentar este post