NETFUT
Notícias de futebol

Piores campanhas da história do Campeonato Brasileiro na era pontos corridos

No mês passado, presenciamos a Chapecoense finalmente conseguir sua primeira vitória no Campeonato Brasileiro edição 2021, depois de ter fechado o seu pior primeiro turno na história dos pontos corridos, em partida realizada contra o Red Bull Bragantino, pela rodada 20 da competição. Nesse ritmo, infelizmente, o time catarinense tem tudo para se tornar a equipe com a pior campanha no decorrer do Brasileirão no geral.

Para isso acontecer, a Chape vai ter que “se esforçar” já que existem outros times que também tiveram anos bem complicados, e nós classificamos os 5 piores aqui para você.

5º lugar: Santa Cruz em 2006

Pobre Santa Cruz, mal sabia o time que o rebaixamento em 2006 seria o menor de seus problemas. Essa queda na verdade era um presságio de uma série de anos dolorosos para o clube.

O time acabaria indo ladeira abaixo, chegando até a série D. Felizmente, hoje o clube se recuperou, mas não foi fácil conquistar apenas 25 pontos com só 7 vitórias e um saldo de gols de -35, e apenas 28% de aproveitamento, isso sem contar o último jogo do campeonato. Uma derrota dolorida de 3 a 0 para o São Caetano, jogo já sem nenhuma chance de ajudar o time, já que eles estavam a 16 pontos do primeiro time que escapou do Z-4.

4º lugar: América-MG em 2016

Se teve um torcedor que se iludiu no ano de 2016, sem dúvida nenhuma, foi a torcida do Coelho. O time conquistou um campeonato estadual que não é nada fácil tendo Cruzeiro e Atlético Mineiro como adversários. No entanto, o time conseguiu se superar e venceu, e esperava que o Brasileirão trouxesse alegrias e mais surpresas positivas para o clube.

Infelizmente, a surpresa foi o péssimo campeonato feito, ficando estacionado, quase que o torneio todo, na zona do rebaixamento, perdendo seu técnico demitido após apenas 5 rodadas e tendo apenas 23 gols marcados durante todo o torneio, sendo um dos piores ataques da história. Ao todo foram 28 pontos, 7 vitórias e -35 de saldo com 25% de aproveitamento.

3º lugar: Paraná em 2018

Agora vamos falar de uma festa que deu errado. A torcida do Paraná veio inflamada para aquela temporada, afinal, o Paraná tinha conseguido seu acesso após 10 anos longe da elite do futebol brasileiro.

Mas também não era como se existisse qualquer tipo de salto alto pelo lado da equipe, que sabia das suas limitações e sabia que o plano era não cair. O que eles não sabiam, é que apenas 4 vitórias não seriam suficientes para essa missão. E foi apenas isso, 4 vitórias foi o que o time conseguiu naquele ano, 4 vitórias, 18 gols feitos em um aproveitamento de 20%.

2º lugar: Náutico em 2013

Poucas defesas sofreram como a do Náutico que sofreu naquele ano. Para se ter ideia, o clube levou um 5 a 0 e um 6 a 1 no mesmo torneio, cortesia dos xarás Atléticos PR e Mineiro. Isso já deixa claro que nenhum time economizava na artilharia contra o pobre Náutico, que terminou o campeonato com média de 2 gols sofridos por partida, o que fez com que o time caísse 6 rodadas antes do fim do torneio 

Foram 28 derrotas em 38 partidas, com 17% de aproveitamento.

1º América-RN em 2007

E por aqui temos uma campanha “histórica” a ser batida pela Chapecoense esse ano. Mas para ser honesto, ninguém imaginava que as coisas aconteceriam da forma que aconteceram, principalmente quando no começo do campeonato, o América venceu o forte Santos de Vanderlei Luxemburgo em plena Vila Belmiro, marcando 3 gols.

Infelizmente para o time, essa é a única lembrança feliz que o grupo tem do torneio, que acabou ofuscado pelo record de 29 derrotas no campeonato, levando duas goleadas do Náutico, uma em cada turno, levando 5 em uma e 4 na outra, tendo sido rebaixado dois meses antes do fim do torneio.

Será que a Chape faz frente a esse recorde?