NETFUT
Notícias de futebol

Palmeiras elimina o Atlético Mineiro e vai à grande final da Libertadores

O Atlético Mineiro recebeu a equipe do Palmeiras em jogo válido pela partida de volta da semifinal da Libertadores da América. O jogo aconteceu no Mineirão, e nele o Palmeiras foi consciente e cirúrgico em conseguir o placar mínimo para se classificar à grande final e derrubar aquele que até então era considerado o melhor time do Brasil.

O Jogo

1º Tempo

O primeiro tempo do jogo acabou sendo extremamente equilibrado entre as duas equipes. O Palmeiras entrou como sempre, defensivo, trazendo uma formação com 3 zagueiros e nenhum centroavante. O time sabia que apenas um gol complicaria a vida do Atlético como um todo.

Já o Atlético usou do que vem usando o campeonato todo: seu poderio ofensivo. A locomotiva mineira usou o que tinha de melhor a disposição para ir pra cima do Palmeiras. Claro que o time teve seus desfalques na frente, como Diego Costa que está machucado e Keno que está doente, ambos acabaram tendo que ficar de fora da partida.

Piquerez foi o jogador que teve a melhor chance de toda a primeira etapa, tendo chutado cruzado para fora, levando muito perigo ao gol.

O resto da primeira etapa se baseou em Vargas desperdiçando jogadas, tanto finalizando torto quanto demorando para soltar a bola em jogadas que poderiam levar muito perigo ao time alviverde.

2º Tempo

Já na segunda etapa as duas equipes vieram mais dispostas a jogar, sobretudo, o Atlético que não parecia querer arriscar uma disputa de pênaltis. O time sabe de seu poder ofensivo, e sabia que podia decidir o jogo com a bola rodando.

A locomotiva mineira foi com tudo logo no começo de jogo para assustar a defesa alviverde, o que acabou mostrando resultado logo aos 6 minutos de jogo. Foi quando Jair conseguiu mandar a bola para para a área a fim de encontrar Vargas, que de cabeça conseguiu mandar para o fundo das redes, para inflar os atleticanos e irritar os palmeirenses.

Medida Crucial, que pode ter influenciado o jogo

Aí nesse momento vale ressaltar a calma de Abel Ferreira. O treinador português levou o gol e no mesmo momento fez sinal para seus jogadores se manterem calmos e manterem a cabeça no jogo.

Abel sabia que precisava de apenas um gol para mudar completamente a história da partida, e se manteve tranquilo, inclusive demorando para mexer no time que precisava marcar.

Quando mexeu no time, a mexida foi técnica e não tática. O treinador tirou Rony para a entrada de Gabriel Veron, jogador com características semelhantes, o que mostrou que Abel não mexeria no esquema tático do time.

A calma e solidez do treinador deram resultado, e na primeira jogada de Gabriel Veron, Nathan silva falhou feio na marcação e o jogador foi sozinho pra linha de fundo, cruzando para Dudu chegar deslizando e por fim, mandar para o fundo da rede. Brilhou a estrela do maior ídolo moderno da história do clube.

Dudu faz o gol da classificação do Palmeiras a final da Libertadores 2021

Enquanto o Palmeiras manteve a calma na adversidade, o Atlético perdeu completamente. Cuca colocou Rever como atacante, o time passou a errar passes de 5 metros, e com isso não deu outra.

O Palmeiras venceu o jogo e agora espera o vencedor de hoje a noite entre Flamengo e Barcelona de Guayaquil na grande final.