NETFUT
Notícias de futebol

Os maiores ídolos modernos da história do Corinthians

A um tempo atrás fizemos uma lista com os maiores ídolos modernos da história do Palmeiras, e para continuar entrando no clima do Derby recentemente, hoje vamos lembrar dos ídolos modernos da história do Corinthians.

Lembrando a todos que nosso critério para considerar um ídolo moderno exige que o jogador tenha jogado pelo time de 2010 para frente, e vamos usar tanto suas conquistas quanto também a identificação que a torcida tem com o jogador para escolhermos os 5 nomes.

Ralf

Ralf parece ter nascido para jogar no Corinthians, e a prova disso são os inúmeros motivos do porque a torcida se conecta com o jogador. Ralf sempre foi sinônimo de raça, o que a torcida parecia até demais,  a ponto de ser chamado de Pitbull.

Ao mesmo tempo Ralf era legal, tendo passado um longo tempo sem tomar cartões e sendo expulso uma única vez em sua carreira, o que lembrava a torcida muito de um outro defensor raçudo porém honesto, um tal de Gamarra.

Paulinho

Companheiro de volante de Ralf, Paulinho foi um dos volantes mas não ortodoxos que o Corinthians já teve. Claro que o timão é um time conhecido por ter grandes volantes ao longo de sua história, mas Paulinho provavelmente foi o volante mais habilidoso e goleador que o time já teve.

Tendo o talento de entrar na área adversária quando menos se espera, foi o herói da classificação da Libertadores contra o Vasco. O jogador pode estar de malas prontas para um possível retorno, então ainda pode construir ainda mais essa história no time.

Danilo

O corintiano é preso por raça, sim, mas também sabe apreciar um bom jogador de classe. E foi assim que o corintiano passou a amar Danilo. Um dos meias mais elegantes que o time já teve, Danilo era o famoso “joga de terno”.

O jogador brilhou muito com a camisa Corintiana, marcando muitos gols e sendo protagonista em todos os momentos em que esteve no time. O jogador também ficou bem famoso por marcar em clássicos, principalmente no São Paulo, clube onde também é ídolo.

Emerson Sheik

Já citamos o amor que a torcida tem por jogadores de raça, que correm, dão carrinho e se sacrificam em jogo. E talvez Emerson Sheik seja a personificação dessa raça corintiana O jogador tem imagens com o corpo todo sujo de barro que dá um orgulho gigantesco na torcida. Mais orgulho ainda dá a imagem dele mordendo o zagueiro do Boca Juniors na final que fez o Corinthians sair da fila e finalmente se sagrar campeão da competição. Junte isso a campeonato brasileiro e Mundial, e você tem um jogador que fez de tudo pelo time, e não só fez de tudo como sempre fez dando o máximo de si.

Cássio

A quem diga que Cássio é o maior ídolo da história do time. Alguns mais saudosistas ainda pensam em Marcelinho para esse status, mas fato é que Cássio pode estar tranquilamente dentro dessa prateleira.

O goleiro foi o protagonista do Mundial, da Libertadores e de todos os Campeonatos Brasileiros que disputou. Claro que o jogador teve seus momentos de baixa, mas o que sempre marcou sua estadia no clube é o fato de que sempre que ele é necessário, sempre que um momento decisivo aparece, ele cresce e salva o dia.


Sem opção de comentar este post