NETFUT
Notícias de futebol

Os maiores coadjuvantes da história do futebol

O futebol é cheio de grandes astros do futebol, jogadores que vão fazer gols todo jogo. Como Messi e Cristiano Ronaldo, os jogadores que o time se adapta a eles fazem com que eles possam brilhar ao máximo nos jogos.

Nós chamamos isso de Protagonistas, jogadores que têm o protagonismo de suas equipes. No entanto, nós damos mais atenção para eles e esquecemos muitas vezes dos famosos carregadores de piano. Jogadores que fazem de tudo no jogo só para que os protagonistas possam brilhar.

Chamamos estes de Coadjuvantes, e hoje nós listamos aqui alguns dos maiores coadjuvantes da história do futebol mundial.

Bebeto

Não tem jeito melhor de exemplificar de forma mais perfeita quem é um coadjuvante, do que o maior coadjuvante da história das Copas. Bebeto foi definitivamente um dos jogadores mais importantes da Copa de 94, porém o principal jogador todos concordam que foi Romário.

Mas será que o baixinho teria tido o mesmo sucesso que teve sem seu fiel escudeiro ao seu lado? Bebeto não foi protagonista mas foi fundamental para aquele título, e isso define perfeitamente o que é ser um coadjuvante, o mais importante da seleção brasileira.

Marcelo

Brasileiros dão grandes protagonistas mas também dão grandes coadjuvantes, como vocês vão perceber nessa lista. Marcelo é um dos jogadores mais premiados da história do Real Madrid, e muito disso se deve a parceria que o jogador tinha com Cristiano Ronaldo. Grandes amigos fora de campo, a sintonia dentro do gramado era clara, com muitas assistências e muitas jogadas incríveis.

Não é preciso dizer que não importa qual parceria Cristiano Ronaldo for ao longo de sua carreira, ele sempre vai ser o protagonista, mas dificilmente vai haver algum coadjuvante que tenha uma sincronia tão boa com o Robozão do que o lateral brasileiro.

Xavi

Xavi sempre foi um dos grandes nomes do Barcelona, e se formos pensar, o lendário meia, que hoje é treinador da equipe, sempre foi o maior coadjuvante do clube. Como Xavi fazia um trabalho mais no meio e menos perto da área, o jogador não fazia muitos gols como Iniesta por exemplo, deixando o protagonismo para Messi, o seu parceiro de meio de campo.

Dessa forma o rei do tik taka fazia um trabalho mais silencioso na equipe, deixando a badalação para seus companheiros. No entanto, o jogador não foi o único grande coadjuvante do Barcelona.

Daniel Alves

E claro, tínhamos que citar Daniel Alves aqui, afinal, o jogador literalmente ficou famoso por ser chamado de protagonista de luxo. O jogador inclusive mostrou que seu papel de verdade na carreira é de coadjuvante, afinal, quando tentou ser protagonista no São Paulo as coisas acabaram não saindo como o esperado.

Sendo até hoje o jogador que mais deu assistências para Messi e por onde quer que passou o jogador ajudou seus companheiros a brilhar, sendo ótimo nos passes e em ajudar a atrapalhar o jogo, e já que ele de fato é o jogador que mais ganhou títulos da história, nada mais justo do que chamá-lo de Coadjuvante de Luxo.