NETFUT
Notícias de futebol

Os maiores artilheiros brasileiros da história da Premier League

Podemos dizer que de longe, a Premier League é a liga de futebol mais difícil do mundo. É o tipo de jogo onde um clube em situação de luta contra o rebaixamento pode bater de frente com um time brigando pelo título, com o futebol nivelado para o alto.

A prova de que essa liga é tão difícil, é que mesmo os brasileiros, que estão por todo lado no futebol, tivemos sempre dificuldade para brilhar por lá. E pensando nisso resolvemos listar aqui os jogadores que mais balançaram as redes pela Premier League.

Richarlison

Nosso querido pombo veio do Fluminense para o Watford, e de lá para o Everton, e pelos dois clubes têm feito uma temporada melhor que a outra, evoluindo muito e marcando muitos gols.

O jogador até o momento, tem 39 gols que foram marcados ao longo de 36 partidas, uma média muito boa para um jogador tão jovem que conseguiu se adaptar muito bem em uma liga tão cascuda e tão difícil, principalmente para os mais novos, e principalmente, os que vem de uma liga tão diferente como a nossa.

Philippe Coutinho

Vamos falar de uma época em que Coutinho teve muita saudade: foi seu time de Liverpool ao lado de Klopp. Lá todos viam o futuro do jogador como muito promissor, e muito disso é por conta de seus jogos incríveis pela Premier.

Coutinho foi outro caso de jogador que não sentiu a pressão e conseguia ir para cima sem medo, tendo marcado 41 gols ao longo de 152 jogos que disputou. Com rumores de que o mais novo bilionário do futebol britânico, o New Castle, estaria interessado em comprar Coutinho, talvez ele ainda tenha chances de melhorar essa marca.

Diego Costa

Diego Costa brilhou no Chelsea antes de brilhar no Atlético De Madrid, e o estilo forte e brigador o atacante caiu muito bem em uma competição tão brigada.

O jogador que hoje defende o Atlético Mineiro, teve também uma média muito boa, marcando o total de 52 gols em seus 89 jogos disputados com a camisa do time de Londres.

Gabriel Jesus

Ao todo, tivemos 52 “alô mães” ao longo de seus 44 jogos dentro da competição britânica, algo que chama a atenção pois em muito de seu tempo de Manchester City o jogador foi reserva, mostrando quando joga, muita efetividade. Com a saída de Aguero, espera- se que esse número aumente ainda mais, já que na lógica, as chances de ser titular vão aumentar com o tempo.

Roberto Firmino

Se Klopp teve Coutinho, ele gostou ainda mais de ter Firmino. O jogador nunca foi realmente um centroavante por lá, sendo até mais conhecido por dar assistências do que fazer gols graças a sua função de quase um falso 9, mas não é por isso que ele deixou de balançar as redes.

Ao todo, Firmino fez 70 gols ao longo de 56 partidas, um número muito bom e que deve  continuar crescendo, já que o Liverpool segue voando.