NETFUT
Notícias de futebol

Ônibus do Bahia é atacado com bombas, jogadores ficaram feridos

Como se já não bastasse todas as notícias tensas vindas direto da Ucrânia envolvendo jogadores vendo as tragédias e horrores da guerra, dentro do território brasileiro os jogadores também têm que se preocupar com bombas, como o Bahia viu na noite desta quinta feira.

Enquanto se dirigia para a partida contra o Sampaio Correia o ônibus do Bahia foi emboscado e atingido com bombas, algumas atravessaram a bateria do ônibus, ferindo alguns dos jogadores em uma situação horrível.

O ataque

O Bahia estava indo para o seu jogo, e até estava recebendo o apoio da polícia local, e foi então que pessoas do outro lado da rua, que esperavam pela passagem do ônibus arremessaram bombas, provavelmente caseiras, além de rojões em direção do ônibus. As bombas causaram um grande dano ao ônibus, mas uma em específica furou o ônibus e atingiu pessoas lá dentro.

A explosões ainda danificaram carros que passavam pela rua no exato momento. A polícia acabou perseguindo os criminosos, temendo que mais ataques pudessem acontecer e ficaram para proteger o ônibus.

Mais ataques não aconteceram e por sorte ninguém foi gravemente ferido, mas o susto e o choque acabou sendo muito grande para todos dentro do ônibus.

Feridos

A maioria dos jogadores teve apenas o susto como maior fator, no entanto, o goleiro Danilo Fernandes acabou levando a pior. A explosão fez com que estilhaços voaram em seu rosto, o ferindo.

Danilo Fernandes é atingido por estilhaços – foto: reprodução/internet

O corte foi feio, porém, o jogador não teve nada de mais grave. No hospital, o jogador descobriu que ele passou alguns segundos de ficar cego graças aos estilhaços, e acabou passando a noite no hospital em observação médica para terem certeza de que nada de mais grave aconteceu.

O jogador já postou nas redes sociais que está bem, e fotos tiradas mostram também ferimentos do lado do rosto.

Suspeitos

O presidente do Bahia, Guilherme Bellintani, acredita que isso foi obra de criminosos que se dizem torcedores do Bahia e que estariam insatisfeitos com o clube e sua administração no momento.

Ele deu uma coletiva extremamente consternado com a situação, afirmando que dessa vez as coisas deram certo, mas na próxima a bomba poderia acertar o motorista, fazendo com que um grande acidente aconteça causando a morte de todos só presentes dentro do ônibus.

– É bom dizer que o que aconteceu hoje não foi a primeira vez exatamente que um fato como esse, numa região muito parecida, da Avenida Bonocô. No ano passado, nós também fomos vítimas de um atentado a bomba na mesma região. A diferença é que, dessa vez, a bomba atingiu o ônibus e feriu atletas. E, de uma próxima vez, essa bomba pode atingir o motorista, por exemplo, e o ônibus matar 40 pessoas. O que houve hoje foi um atentado, foi algo de extrema gravidade.

A polícia vai seguir investigando o caso, e segundo ela, eles já têm algumas noções de suspeitos e a investigação está avançada.