NETFUT
Notícias de futebol

O “Trikas” e o absurdo do futebol ultra-conservador

Volta e meia um apelido pega no futebol. O futebol é um dos maiores fomentadores de apelidos do Brasil, e a todo momento vemos jogadores que acompanham seus apelidos pela vida, como Vagner Love, como Ronaldo Fenômeno, entre muitos outros.

E claro, os times também não são unânimes disso e muitas vezes eles também são chamados por seus apelidos, como Timão, Mengão, Esmeraldino, e etc.

Mas como estamos falando de apelidos, não é sempre que eles são bem vistos por quem recebe, e existem elogios que irritam seus donos. Porém existe uma regra não aceita da vida que diz que se você se irrita com um apelido, ele vai pegar em você de forma proporcional com que você se revolta com o mesmo.

E o São Paulo vem vivendo isso na pele, com o apelido “Trikas”. Mas vamos falar melhor sobre o apelido que tem gerado revolta aos tricolores, ao ponto de flash criminosas serem ditas.

De onde veio o Trikas?

Trikas é uma apelido criado pelo departamento de marketing do São Paulo que passou a ser utilizado nas redes sociais. Obviamente a ideia da ação era se conectar com torcedores mais jovens, mas ao invés disso outros clubes acharam graça, fizeram piadas, e isso acabou enfurecendo alguns torcedores do próprio São Paulo.

No caso, os torcedores se irritaram bem mais com o próprio São Paulo Por ter criado o nome e explicado do que com os torcedores rivais fazendo piada.

O problema é que essa raiva toda gerou falas criminosas.

 

A independência e a imposição de regras.

Com isso, um dos líderes da torcida independente São Paulo veio às redes sociais falar sobre o assunto. E basicamente em seu texto, o líder segredou os fãs que de alguma forma gostaram do apelido, priorizando as pessoas de usarem durante os jogos do estádio, dando a entender que eles estariam em risco de vida e integridade caso resolvessem fazer gritos envolvendo “trikas” no estádio.

Ainda no texto, o torcedor membro da Independente fala como se ele e seu grupo falassem pelo São Paulo, citando o departamento de marketing e exigindo o fim do uso de Trincas nas redes sociais do clube.

Outros torcedores chegaram a afirmar que esse era um movimento anti conservador do clube para mudar a história do clube. Porém houveram torcedores que viram a situação com mais clareza, e afirmaram que enquanto a maior parte da torcida está reclamando de um apelido que em nada interfere no clube na prática enquanto uma cúpula da diretoria está tentando mudar diretamente políticas do clube que podem ter consequências catastróficas reais no clube no futuro, principalmente no que diz respeito ao prestar contas e gasto consciente.

No fim das contas, “trikas” é só mais uma piada de muitos que o futebol tem, uma piada saudável que viu pessoas extremistas fazer com que futebol deixe de ser tudo o que é, e se tornando algo sério, segregador perigoso, ao invés de ser vivo, acolhedor e alegre.