NETFUT
Notícias de futebol

“Nunca passou pela minha cabeça pedir demissão”, afirmou Sylvinho sobre boatos após partida contra o Juventude

O Corinthians entrou em campo contra o Juventude em jogo válido pela sétima rodada do Brasileirão. O Corinthians não tinha mais nada a perder dentro do torneio, a não ser é claro quase 2 milhões de reais em premiação pela posição onde iria terminar, e foi exatamente isso que aconteceu, já que o time acabou derrotado pelo Juventude e irritando muito seu torcedor.

O torcedor ficou irritado, e Sylvinho acabou ficando irritado também, sobretudo durante a entrevista coletiva depois do jogo onde teve que responder algumas questões que o deixaram com os nervos à flor da pele.

Confira trechos da entrevista e saiba porque o motivo de tanta irritação:

Primeiro, Sylvinho teve que responder sobre o boato de que iria pedir demissão do Corinthians, o qual o treinador afirmou nunca ter sido verdade. Ele ainda deixou claro que se incomoda muito com esse tipo de notícia falsa, tanto pela fase de vitórias que o Corinthians vive, como também por todo o trabalho que ele tem para desmentir tudo.

– É triste o que a gente está vivendo. Notícias falsas das quais a gente tem que perder tempo, 24h falando com assessoria (de imprensa), com pessoas sérias que nos ligam e perguntam: “Há fundamento?”. Não há, nunca houve, nunca passou pela minha cabeça pedir demissão. Estamos tendo resultados, sendo respaldados, com um ambiente ótimo. Olha o cúmulo que vivemos. Gastar 24 horas antes do jogo para explicar que jamais passou pela minha cabeça, para desmentir algo. Vivemos um mundo surreal. Nunca houve, é irresponsabilidade de quem cria esse tipo de notícia, que planta, é ridículo. Vamos falar de coisas substanciais, coisas que valem à pena.

Com o tom de voz claramente alterado, essa estaria longe de ser a única pergunta que Sylvinho teria que responder passando nervoso. isso porque não muito tempo depois dessa pergunta, um repórter fez a infeliz pergunta que todo torcedor gostaria se saber: se o Corinthians fez corpo mole para rebaixar o Grêmio.

O treinador ficou tão irritado que chegou a dizer que o repórter estava sendo leviano ao perguntar aquilo, e afirmou o compromisso do time ao tentar vencer sempre independente dos fatores. Sylvinho ainda afirmou que o gol de Jô anulado não foi checado no VAR, enquanto que o pênalti do Juventude foi.

– Tu está sendo leviano na sua pergunta. Somos profissionais de alto nível, de reputação ilibada, trabalhamos, se a performance não foi boa, em outros momentos também não foi. Fomos para o Ceará e perdemos, fomos para o Maracanã e perdemos. Outros cenários não foram bons. A gente não controla o resultado, às vezes a performance escapa. O jogo não foi bom, tivemos dificuldades para criar, agredir o adversário. Fizemos um gol, se bem anulado eu não sei, Jô relata que foi gol, que só escora (no zagueiro). Não foi visto no VAR. O pênalti foi visto no VAR. Mas somos íntegros no que fazemos.

Lembrando que de fato, a derrota do Corinthians nesta partida acabou rebaixando o Grêmio para a Série B.