NETFUT
Notícias de futebol

Netfut aponta: Melhores versus piores jogadores da classificação do RB Bragantino à finalíssima

O RB Bragantino conseguiu despachar o Libertad do Paraguai com facilidade. O time conseguiu segurar muito bem a ofensiva dos donos da casa e, ao mesmo tempo, soube o momento certo de atacar, sendo extremamente eficiente e marcando 3 gols na partida.

E com o time jogando muito bem, é claro que não deixaríamos de eleger quem foram os heróis na partida e que fizeram toda a  diferença de forma muito clara, e lógico, que também apontaremos aqueles que pisaram na bola e mesmo com a vitória e a classificação, deixaram alguns com o cabelo em pé.

Por isso, hoje vamos citar aqui os dois melhores e os dois piores jogadores do Bragantino na partida.

Pior: Fabricio Bruno

O jogador não foi de todo horrível na partida, contudo, precisamos citar ele aqui por conta de seu pênalti marcado. O zagueiro acabou caindo na pilha paraguaia e acertando o rosto de outro jogador.

O pênalti que foi marcado poderia ter sido convertido e causando um estado de ânimo maior no Libertad, o que faria o time vir para cima e assim poderia ter mudado completamente a história do jogo.

Por sorte, o jogador ainda é jovem e vai ter muitas chances para melhorar, e por sorte também, o goleiro Cleiton estava em um dia incrível.

Melhor: Cuello

 

Também poderíamos citar Arthur aqui, que provavelmente é o melhor jogador da competição até agora já que o jogador tem 4 assistências sendo o líder do quesito no campeonato além de ser o vice artilheiro com 7 gols.

Porém decidimos colocar Cuello aqui, jogador que marcou dois gols e se entregou muito em campo. O argentino foi autor de 2 dos 3 gols marcados pelo Bragantino e foi eleito pela partida, oficialmente, o melhor homem em campo.

Pior: Edimar

Era mais fácil pensar em um terceiro jogador para chamar de melhor do que em segundo para chamar de pior, tamanha a atuação que o Bragantino teve no jogo. E se vamos ter que falar de alguém, é importante frisar que é apenas uma questão de quem jogou menos ou apareceu menos, e não alguém que comprometeu ou de fato foi vilão do jogo.

Para isso escolhemos Edimar. O jogador foi discreto na partida e não conseguiu (e também não precisou) ajudar muito nas subidas ao ataque, sendo um jogador apagado na partida. Por sorte, não foi nada que falasse.

Melhor: Cleiton

Mesmo um time tendo um grande ataque a única forma de jogar em paz é sabendo que no gol se tem um grande goleiro, e não parece que ninguém do Bragantino seja torcedor, dirigente, jogadores ou o técnico pensam que Cleito é qualquer coisa menos fraco, e o jogo de hoje provou muito bem isso.

O goleiro fez defesas espetaculares com a bola rolando mostrando seu valor, mas além dessas defesas, Cleiton ainda teve tempo para pegar um pênalti e deixar o psicológico dos paraguaios bem bagunçados. Sem dúvida um dos melhores da partida.