NETFUT
Notícias de futebol

Não vai ficar! Borja tem saída iminente do Grêmio

O Grêmio segue com a sua diretoria decidindo quem fica e quem vai embora, e aparentemente mais um nome já está decidido que não vai fazer parte do elenco de resgate do Grêmio para a Série B no ano que vem.

Miguel Borja, jogador que chegou por empréstimo do Palmeiras neste ano para tentar resolver os problemas ofensivos do time, não deverá ficar para o ano de 2022, o que cria um problema gigantesco contratual na vida do atacante, do Palmeiras e do Grêmio. Vamos tentar explicar essa situação aqui.

Inicialmente, Borja assinou um contrato de 5 anos com o Palmeiras quando chegou em 2017 como o melhor jogador da Libertadores, como muitos devem se lembrar, na contratação junto de Guerra.

O jogador não rendeu, e acabou sendo emprestado para que o time pudesse se livrar do alto salário. O empréstimo se mostrou um sucesso e o jogador acabou dando certo no Junior Barranquilla, inclusive voltando a fazer gols pela Libertadores.

O jogador retornou ao Palmeiras mas apenas para ser emprestado novamente, desta vez para o Grêmio. No entanto, o Palmeiras viu um certo potencial de venda do jogador graças ao seu tempo bem jogado no Junior, e por isso adicionou mais um ano de contrato ao seu vínculo, com isso, o contrato que deveria acabar em 2022 acaba apenas no fim de 2023.

O empréstimo com o Grêmio foi firmado até o fim de 2022, com um valor de compra fixado em 7 milhões de euros, mais de 40 milhões de reais, e hoje é muito difícil imaginar que o Grêmio vai pagar essa quantia para o jogador com o time prestes a jogar a Série B do Brasileirão.

Então a situação é que Borja tem mais um ano de empréstimo com o Grêmio, que termina só no último mês de 2022. E como o time não está interessado em seguir com ele, não se sabe exatamente como as coisas vão acontecer.

O jogador tem algumas sondagens de times da América do Sul, como o próprio Junior Barranquilla, que já viu na prática que o jogador pode de fato render pelo time, no entanto, o Palmeiras não vai facilitar as coisas.

Resumo da temporada de Borja

O Verdão quer se livrar do jogador de vez na próxima vez que uma negociação acontecer, e por isso a única coisa que o time aceitaria no momento é uma venda, e se o valor desejado pelo Palmeiras for exatamente o mesmo que o pedido ao Grêmio, ou seja, 7 milhões de euros, é muito pouco provável que ele vá conseguir um comprador, sobretudo, um comprador da América do Sul.

Vamos lembrar que Borja jogou 20 partidas pelo Grêmio, tendo marcado 5 gols e dado 3 assistências, tendo começado como titular mas aos poucos foi perdendo espaço para Diego Souza.

O que ficou um pouco marcado na sua passagem foi o jogador ter perdido um pênalti no seu jogo final contra o Atlético Mineiro, mas que não adiantaria de nada já que o Grêmio dependia de outros resultados para não cair.