NETFUT
Notícias de futebol

Maiores vexames da história do São Paulo

Recentemente fizemos uma lista com 5 dos maiores vexames da história do Santos, e como o São Paulo foi eliminado da Copa do Brasil com uma goleada sofrida pelo Fortaleza, alguns torcedores estão chamando o acontecido de vexame.

Então decidimos reunir aqui 5 dos maiores vexames da história do São Paulo para que os torcedores tricolores se divirtam discutindo se a atual eliminação tem ou não lugar na lista de tropeços vergonhosos do time ao longo de toda sua história, já que nem só de glória se vive no futebol.

Frustração na Libertadores de 1987

O São Paulo talvez seja o time brasileiro mais respeitado dentro da Copa Libertadores da América, mas não é porque o tricolor é tricampeão da competição que ele já não teve seus momentos de dor de cabeça dentro do campeonato.

Acontece que em 1986, o São Paulo foi campeão brasileiro de forma emocionante, o que fez com que ele se classificasse para a Libertadores do ano seguinte. O time já não jogava a competição a 5 anos, e foi cheio de ambição para a competição. No entanto, a campanha como um todo foi um vexame, pontuando apenas 4 pontos na fase grupos, ficando em último no grupo e levando um 3 a 1 do Cobreloa na última partida.

O momento em que a paciência com Rogério Ceni acabou

Rogério Ceni teve seu primeiro trabalho como treinador em seu time do coração, o São Paulo. Infelizmente quase tudo o que tinha para dar errado deu em sua passagem. Torcedores tentaram ter paciência com o treinador, e sabiam que a diretoria na época não ajudava em nada.

Porém, a torcida estava muito carente de títulos, sobretudo, títulos internacionais que sempre estiveram presentes na história do clube. Foi aí que o problema começou, porque em 2017 o time que disputava a Sul-Americana empatou em 0 a 0 com o Defensa Y Justiça fora de casa, e depois empatou novamente em 1 a 1 em casa, e pela regra do gol fora, acabou eliminado.

Estar jogando Sul-Americana e não a Libertadores já era motivo de revolta, e com essa eliminação, a paciência com o treinador acabou de vez.

Corinthians em dose dupla

São paulinos sempre consideraram os corintianos os rivais mais chatos. Agora imagine o que a torcida do São Paulo teve que aguentar quando em 2002 o tricolor foi eliminado pelo Corinthians em duas competições diferentes em um intervalo de apenas 12 dias?

A primeira aconteceu pela semifinal da Copa do Brasil, na qual, o Timão eliminou o tricolor e posteriormente se tornaria campeão, e a segunda foi de fato em uma final, a do torneio Rio-São Paulo, onde o time também seria campeão.

Por sorte não existiam redes sociais na época.

E lá vem a portuguesa de novo…

O Brasil levou 7 da Alemanha doeu, mas levar 7 da Portuguesa doeu ainda mais para o tricolor. Isso aconteceu é claro no mítico ano de 1998, dado por todo torcedor como o pior ano da história do time.

Na época, os 7 gols renderam o apelido de Nelsete ao treinador Nelsinho Baptista, treinador do tricolor na época.

Sendo assim, não jogo mais

Aqui uma história curiosa. Em 1942, uma partida entre São Paulo e Palmeiras já estava 3 a 1 Palmeiras com um jogador do São Paulo expulso, tudo isso aos 14 minutos do primeiro tempo.

Foi então que faltas violentas começaram, e achando que o árbitro estava sendo negligente, os jogadores do São Paulo simplesmente abandonaram a partida. Depois de um tempo, o árbitro daria vitória ao Palmeiras, o que geraria pancadaria e polícia dentro de campo.