NETFUT
Notícias de futebol

Maiores craques dentro e fora do campo

Jogar futebol não é nada fácil, é ser treinador menos ainda. As duas profissões vivem muitas pressões, decepções, cobranças, e é de se entender que não são para todas as cabeças.

Agora, imagine que mesmo com tudo o que cerca essas profissões, existam pessoas que consigam ser bem sucedidas nas duas? Isso pode ser raro, mas existem jogadores que alcançaram o sucesso jogando e dirigindo, e é exatamente deles que vamos falar hoje: alguns grandes treinadores que também foram grandes jogadores.

Ancelotti

Carlo Ancelotti durante partida do Real Madrid contra o Valencia pelo Campeonato Espanhol
19/09/2021 REUTERS/Pablo Morano

Os mais novos podem lembrar do treinador apenas como um dos maiores nomes da história do Real Madrid e do Milan, afinal, estamos falando do treinador que, segundo muitos, fez Kaká ser quem foi em sua passagem pelo futebol italiano.

Mas quem é mais velho ou lê mais história, sabe que além de ter uma passagem muito vitoriosa pela Roma, Ancelotti realmente explodiu para o mundo no Milan, mais especificamente o Milan dos Holandeses como era chamado o time na época, junto com jogadores como Gullit, Rijkaard e Van Basten, e por lá o jogador levantou o caneco do título, correspondente a Champions de hoje em dia por duas vezes, além das 3 que tem como treinador.

Franz Beckenbauer

Esse nome não deveria ser estranho para ninguém, mas se for, saiba que estamos falando daquele que pode ser o maior zagueiro de todos os tempos. Como jogador tem mais de uma Champions League no currículo, e ganhou tudo o que dava para ganhar na Alemanha, incluindo uma Copa do Mundo.

Franz Beckenbaue Bayern de Munique – foto: reprodução/ internet

Como treinador ele se colocou em um lugar onde poucos seres vivos chegaram: O de ter uma Copa tanto como treinador, quanto como jogador. Poderíamos até criar uma nova lista de bons jogadores que também são bons dirigentes e colocá-lo no topo, já que ele também foi um dos melhores presidentes da história do Bayern de Munique.

Zidane

Zidane é um caso raro de grande estrela que demora muito a explodir. Claro que ele nunca foi ruim, mas para ser a grande estrela mundial que conhecemos isso levou uns anos, e quando explodiu não parou mais.

O começo de Zizu como treinador também pareceu que seria devagar, mas comandando Cristiano Ronaldo e grande elenco, o treinador guardou 3 Champions League seguidas, mostrando para o mundo que seu primor tático era dentro e fora de campo.

Guardiola

Nosso querido rei do Tiki-Taka foi um grande jogador, e além de ter Champions em seu currículo, juntamente de uma lista enorme de Lá Ligas, também já foi medalhista olímpico pela seleção espanhola.

Conquistas que podem ser facilmente esquecidas porque a maioria de nós já nem consegue imaginar Guardiola como jogador, já que ele se tornou simplesmente um dos maiores treinadores de todos os tempos, colocando Messi, Xavi e Iniesta em outro nível em suas carreiras, além de ter feito um trabalho incrível no Bayern e agora também no Manchester City, ajudando o time a ser reconhecido por todos como o gigante que é hoje.


Sem opção de comentar este post