NETFUT
Notícias de futebol

Leandro Castán afirma que não vai mais jogar pelo Vasco, e pode ficar livre no mercado

Se tem uma coisa comum de acontecer dentro do mundo do futebol, é o desentendimento de jogador com clube, isso sempre se agrava quando as partes ainda tem um contrato a cumprir, e também se agrava ainda mais quando alguma das partes não está conseguindo se manter dentro das regras do contrato.

E é exatamente isso que o Vasco está vivendo com Leandro Castán nesse momento. O experiente zagueiro, e já velho de casa, andou se desentendendo com o gigante da colina não é de hoje, e já negocia a sua rescisão, mas isso pode ser mais difícil do que ele mesmo imagina.

O desejo de Castán

Leandro Castán não quer mais ser jogador do Vasco, e o jogador deixou isso muito claro, e mais do que isso, deixou isso público. Isso porque o atleta já deu a declaração afirmando que não vai nem ao menos se reapresentar com seus companheiros em janeiro.

– Não vou me reapresentar com o grupo. Meu empresário está negociando a rescisão, não chegamos em um acordo ainda, mas eu não irei mais jogar no Vasco.

A declaração foi feita pelo jogador através de suas redes sociais, e apesar de ser a primeira vez que o jogador colocou isso como algo público, já se sabia de um mal estar entre as partes, e que o seu pedido de rescisão começou a ser feito ainda nos meados de dezembro.

A situação

No entanto, não é porque o jogador que sair do Vasco assim que isso vai acontecer de forma tão fácil. O jogador ainda tem mais um ano de contrato com o clube, o que termina apenas no final do ano que vem, e isso pode ser apenas um dos fatos que vão atrapalhar a negociação.

Esse tipo de rescisão, quando ainda existe um tempo considerável de trabalho para ser concluído, não é nada de novo, e acontece com frequências. Na atual janela isso já aconteceu em outros clubes, com Willian rescindindo seu contrato de forma amigável para ir para o Fluminense, em um acordo onde ninguém precisa pôr a mão no bolso.

No entanto, não parece que é isso que vai acontecer por aqui, já que os dois lados parecem ter um pouco de mágoa um do outro dentro dessa negociação, e é por isso que ela está demorando tanto para se concretizar.

O que pode ajudar o empresário de Castán a conseguir a liberação do jogador, é o fato de que o Vasco está devendo para o atleta. Existem algumas premiações e salários atrasados, e o empresário pode usar isso como argumento.

Se o jogador quiser a dívida totalmente paga, ainda assim a rescisão pode ser difícil, mas se as partes negociarem um acordo que envolva um desconto e paciência para o pagamento, é provável que o Vasco não tenha muita escolha a não ser libertar o jogador.

Castán, de 35 anos, quer que isso aconteça a tempo para que ele possa, ainda nessa janela, escolher um novo destino para sua carreira.