NETFUT
Notícias de futebol

Keno sai do banco e leva Galo à vitória frente ao Internacional. Como foi o jogo.

Nesse final de semana, o Atlético Mineiro recebeu a equipe do Internacional em jogo válido pela vigésima terceira rodada do Campeonato Brasileiro. Esse jogo que foi realizado sábado à noite teve frente a frente duas grandes invencibilidades no torneio.

O Galo vinha a 14 jogos sem perder na competição, enquanto o Internacional já estava a 8 jogos sem saber o que era uma derrota, e nesse jogo uma das invencibilidades poderia cair, e caiu, e acabou sendo a colorada.

Apesar disso, os dois clubes vieram para o campo com momentos psicológicos diferentes. O Galo vinha numa ressaca dolorida, já que havia tido problemas no meio da semana, quando caiu dolorosamente para o Palmeiras na semifinal da Libertadores, e isso fez com que o time entrasse em campo ainda administrando a eliminação.

Já do outro lado, o Internacional vinha totalmente confiante. O time colorado não perdia a 8 jogos como já citamos, e vinha em uma sequência de 3 vitórias seguidas. Isso é especialmente importante para o time que quase já flertou com a zona da degola esse ano, e chegou nesse jogo de olho para beliscar um lugar na zona da Libertadores, e claro, aumentando ainda mais a sequência que podia pesar em uma zona de classificação direta entre os 4 primeiros do torneio.

O Jogo

Primeira Etapa
E dessa forma as equipes foram a campo, e como se esperava o jogo foi realmente muito bom. Não faltou intensidade, e claramente, os dois times queriam muito marcar, mas nesse jogo acabaremos dando o protagonismo para as defesas dos dois clubes, que trabalharam muito bem durante a partida.

Yuri Alberto bem que tentou furar a defesa mineira. Logo no início da primeira etapa, o jogador arriscou e foi parado pelo goleiro Everson, que foi respondido pelo Galo em jogada de Sasha que levou muito perigo mas acabou indo para fora.

O Atlético ainda teve uma bola de muito perigo que fez Daniel se virar no gol, porém esse mesmo lance acabou não valendo nada por conta de um impedimento marcado em cima do próprio Sasha.

Yuri Alberto ainda teria mais uma chance mais para o fim do primeiro tempo e ela também acabaria parando no goleiro Everson. Ficou claro que apesar de serem dois times com um grande poder ofensivo, a marcação de cada um estava poderosa e fazendo com que o jogo seguisse sem gols, e foi exatamente assim que a primeira etapa terminou.

Segunda Etapa
O jogo seguiu com a mesma intensidade no segundo tempo e ficou bem claro que o jogo permaneceria daquele jeito, e faltava um toque individual para que a diferença fosse feita. Cuca encontrou esse alguém com a entrada de Keno.

O jogador foi a campo com 15 minutos de segunda etapa juntamente com Savarino, e o jogo para o Galo tornou-se outro. O time tirou um pouco do poder de defender e apostou no poder de atacar.

O Internacional acabou ficando cercado por isso e não conseguiu reagir bem, e só ficou se segurando até não poder mais. No momento que não pode mais, viu Hulk passar por Dourado e mandar na área para Keno, finalmente, mandar para o fundo do gol. 1 a 0 para o Galo.

Depois disso, nada mais funcionou para o Atlético, e nem mesmo a lei do ex, por Sasha ter sido jogador do Colorado foi suficiente, e o jogo terminou dessa forma.

E Agora?

Com a vitória do Atlético e o tropeço do vice-líder Palmeiras, hoje o time tem 10 pontos de vantagem, enquanto o Inter segue em sétimo, de fora da zona da Libertadores.

Sem opção de comentar este post