NETFUT
Notícias de futebol

Justiça italiana entra com pedido de extradição e prisão de Robinho

Recentemente, a Justiça Italiana julgou o jogador Robinho como culpado por estupro coletivo. O crime aconteceu em solo italiano, e foi julgado por lá, com o jogador perdendo em todas as instâncias, inclusive na última, onde acabou condenado a 9 anos de prisão, além de ter que pagar a vítima 60 mil euros, mais de 370 mil reais.

Leia: Acusado de estupro, Robson Bambu presta depoimento

Mas apesar da condenação do agressor, isso passou longe de ser um sinal feliz para a vítima. Isso porque nesse exato momento Robinho está no Brasil, bem longe das autoridades responsáveis por fazer justiça a sua pena, e por conta disso a Itália entrou agora com um pedido de extradição e também de prisão do ex-jogador.

Apesar do pedido, a vítima e a justiça italiana sabem muito bem que as coisas não vão ser fáceis assim, uma vez que a justiça brasileira impede que brasileiros sejam extraditados para outros países para serem julgados pelas leis deles.

Mesmo assim, a justiça entrou com o pedido, porque entrando com o pedido o jogador automaticamente passa a ser um foragido da lei. Como as autoridades italianas não podem buscá-lo no Brasil, ele se torna procurado em todo território não só italiano como também na União Europeia, onde existe o acordo de extradição entre os países.

Dessa forma, Robinho não poderia pisar na Europa, ou mesmo visitar outros países que não fazem parte do continente, mas que tem regras de extradição.

Apesar disso, a justiça italiana ainda acredita que a justiça brasileira vai fazer a coisa certa e chegar a alguma maneira de fazer com que o jogador cumpra sua pena, ainda que não dentro da Itália.

Vamos ter que esperar para saber se o jogador vai permanecer em silêncio como um foragido da justiça.