NETFUT
Notícias de futebol

Jogadores que acabaram perdendo o amor pelo futebol

O futebol é um esporte apaixonante, e a prova é que de longe é o esporte mais praticado no planeta. Não importa aonde você vá, sempre vai existir uma massa de torcedores que vivem futebol todos os dias.

No entanto, na prática ele não é um esporte fácil. Se você é um atleta, ele vai cobrar de você e vai tirar muito antes de poder te dar qualquer glória. E com o tempo alguns jogadores perceberam que as glórias não valem o preço cobrado. E hoje vamos falar desses jogadores, os que acabaram perdendo seu amor pelo futebol.

Cantona

Cantona sem dúvida é um dos maiores personagens da história do futebol mundial. O jogador que, hoje se veste com estilo, sempre foi conhecido por seu temperamento, sendo uma pessoa boa porém difícil de lidar.

Isso sempre foi demonstrado em campo, sendo um jogador técnico e brigador ao mesmo tempo, mas sendo mais brigador ainda na parte das cenas lamentáveis mesmo, sendo marcado por agredir fisicamente, com toda razão do mundo, um torcedor Neo-Nazista que assistia a partida.

Porém o jogador se aposentou cedo, com apenas 31 anos. Ele teria ficado desgostoso de sua profissão quando não foi chamado para a copa de 98, mesmo sendo um dos melhores jogadores Franceses da época e sendo capitão e melhor jogador do Manchester United. Ele abandonou o futebol logo em seguida.

Ronaldinho

Ronaldinho sempre foi um dos maiores “bonvivant” do futebol. O jogador amava o samba e a noite tanto quanto amava a bola, mas em algum momento o jogador teve que escolher entre um dos dois.

É claro que o jogador nunca disse com todas as palavras que não ama mais o futebol, apesar de já ter dito algumas vezes que o que o futebol se tornou não agrada, mas ele foi se tornando cada vez mais, algo fraco em sua vida de atleta, e ele com certeza hoje prefere seus roles aleatórios que correr em campo.

Nakata

Agora vamos falar do maior jogador da história do Japão. Hidetoshi Nakata foi campeão Italiano com a Roma, tendo ajudado na conquista do que foi o terceiro título nacional da história do clube ao lado de Totti, e tido por todos como o melhor jogador da história da Ásia.

O jogador se aposentou com apenas 28 anos, depois de uma eliminação na Copa do Mundo, alegando não ver muito mais o que fazer em sua carreira, algo que ele já disse recentemente que se arrepende de ter feito.

Van Basten

Agora vamos falar de um jogador que perdeu o amor pelo esporte na marra. Todos já devem ter ouvido de Van Basten, um dos maiores jogadores da história da Holanda, que brilhou em seus tempos de atleta pelo Ajax e principalmente pelo Milan.

Apesar de ter tido uma carreira brilhante de títulos, teve também lesões graves. Tantas que o jogador teve que passar muito tempo se recuperando e sentido dor. Aos poucos a chama do futebol foi se apagando, com ele se aposentando no auge dos 30 anos de idade. Uma aposentadoria precoce de um jogador que ainda poderia ter dado muito mais para o esporte.


Sem opção de comentar este post