NETFUT
Notícias de futebol

Jogadores brasileiros desacreditados que viraram ídolos

Se tem uma coisa que não dá para fazer, é desacreditar da capacidade de um jogador de futebol brasileiro. Nem todo jogador necessariamente tem que estourar aos 16 anos como Ronaldo, como Ronaldinho, como kaká, como muitos fizeram.

Certas joias levam tempo para serem devidamente lapidadas, e estamos vendo isso diante de nossos olhos com Vinicius Junior. Mas existem também alguns outros exemplos mais bem consolidados de jogadores que foram desacreditados em suas carreiras, mas em algum momento deram a volta por cima e se tornaram ídolos.

E é disso que vamos falar hoje, citando 5 jogadores brasileiros desacreditados que se tornaram ídolos.

Cássio

Vamos começar de cara com um jogador que passou boa parte da carreira desacreditado, veio para o Corinthians originalmente para ser reserva, e hoje, para muitos, é o maior ídolo da história do Timão.

Cássio é o jogador que mais títulos ganhou pelo Corinthians, além de ser também o grande herói do Mundial e da Libertadores, algo que nem o próprio goleiro poderia imaginar quando saiu do Grêmio ainda jovem para o futebol dos Países Baixos.

Geromel

E por falar em Grêmio, Pedro Geromel hoje é um dos maiores zagueiros que já jogaram com a camisa do Imortal, e uma Libertadores ganha ha uns anos deixa isso muito claro. Porém, o jogador só alcançou o real sucesso quando chegou no Grêmio, quando já tinha 28 anos de idade.

Antes disso, o jogador, que fez base na Portuguesa e no Palmeiras, rodou por times pequenos de Portugal, sem chamar muito a atenção.

Marcos Assunção

Ok, sabemos que Marcos Assunção teve uma grande carreira jogando pelo Bétis da Espanha que inclusive o levou para a seleção brasileira em algum momento, mas depois de sumir um tempo jogando em times alternativos, o jogador chegou ao Palmeiras Já com 34 anos e dado como um peso morto.

E foi lá que o jogador chegou ao real estrelato, mostrando para o mundo que era um super cobrador de faltas, um líder e uma figura bem divertida. O jogador é um dos maiores ídolos do Verdão hoje e provavelmente o maior cobrador de faltas de sua história.

Filipe Luis

Filipe foi duas vezes desacreditado, tanto quando chegou ao Atlético de Madrid quanto também quando chegou no Flamengo, e nas duas ocasiões, ele deu a volta por cima sendo um grande ídolo dos dois clubes.

Por aqui fica óbvio o papel de Jorge Jesus, de entender que o lateral funciona de forma diferente, subindo menos e armando mais o jogo, às vezes até pelo meio mesmo sendo um lateral. E mesmo com uma idade avançada, hoje ele é insubstituível no Mengão.

Casemiro

E claro, não podemos deixar de fora o melhor primeiro volante do mundo na atualidade. Casemiro teve reações de forma muito rápida em sua carreira. No São Paulo ele era uma jóia no futuro, e no próprio São Paulo se tornou um jogador desacreditado, e muito por conta da personalidade de um jovem.

Antes de brilhar no Real Madrid, o jogador precisou ganhar experiência, tanto na bola quanto na mente, e depois disso, se tornou um ídolo do Real e um dos maiores da história por lá.