NETFUT
Notícias de futebol

Jogador retorna ao futebol depois de 12 anos de suspensão

Aqui no Brasil temos alguns jogadores que são considerados violentos, e que costumam estar suspensos por faltas e cartões, como por exemplo Felipe Melo, hoje no Fluminense, ou mesmo Fagner, do Corinthians.

Mas nenhum dos dois jogadores nunca pegou uma suspensão realmente muito longa, mesmo já sendo julgados algumas vezes.

Nenhum deles chegou a passar perto do par de suspensão o mesmo número de tempo que o jogador que vamos comentar aqui tomou.

Estamos aqui para falar de Franco Flachi, jogador italiano que teve passagem pela Fiorentina e é um dos 100 maiores artilheiros da história da Sampdoria, e tem uma história pra lá de curiosa.

Acontece que o jogador fez sucesso no final dos anos 90 e começo dos anos 2000, porém sua história teve um capítulo ruim.  Em 2007 o jogador foi pego no exame antidoping, que acusou o uso de cocaína, o que o fez receber 2 anos de suspensão.

O jogador cumpriu os dois anos de suspensão, e acabou testando positivo para cocaína mais uma vez, no mesmo ano em que retornou, e por ser a segunda vez a sua nova suspensão seria ainda mais severa: 12 anos fora dos gramados.

O jogador nada pôde fazer, e cumpriu, tendo terminado sua sentença no começo desse ano, e o jogador, já com 46 anos de idade, decidiu que sua história ainda não havia terminado.

Flanco em seu retorno com a camisa do Signa – foto: reprodução/internet

Ele então voltou a campo como jogador do Signa da Itália, time que disputa atualmente a quinta divisão italiana, sendo reconhecida como uma equipe Semi Profissional.

O jogador quarentão atuou durante 30 minutos, e foi às lágrimas ao sair de campo. Inclusive o treinador do time, Walter Novellino, também foi seu técnico na época de Sampdoria, e também se emocionou com a história do jogador.