NETFUT
Notícias de futebol

João Paulo tem faz mais uma grande partida e Santos fica no empate com o Fortaleza

Fortaleza e Santos se enfrentaram neste fim de semana em jogo válido pela décima sexta rodada do Campeonato Brasileiro, mas para o Fortaleza o que estava em campo também era a chance de assumir a vice-liderança da competição, um plano que foi frustrado por Fernando Diniz e seus comandados.

O confronto que acabou ficando no 1 a 1 teve emoção de sobra, direito a gol e resposta relâmpago, VAR sendo decisivo em mais de um lance e até pênalti nos últimos minutos, com o goleiro como protagonista.

O Jogo

1 ºTempo

O primeiro tempo já mostraria como tudo seria no jogo, com muita correria e golpe sendo respondido com golpe. Embora não houvesse muita pontaria ou mesmo muita criatividade dos dois lados, ambos se faziam participativos e respondendo aos ataques um do outro. 

Porém a persistência fez com que o zero saísse do placar. Aos 23 minutos Lucas Crispim contou um pouco com a sorte para colocar o Fortaleza na frente. Porém, assim como eram nos ataques sem o gol, o ataque com gol foi imediatamente respondido e Carlos Sánchez aproveitou de cabeça para estufar as redes após cruzamento de Gabriel Pirani com Marcelo Boek se atrapalhando e com isso, sem ficar a vantagem nem por um minuto, Fortaleza tinha 1 e o Santos também tinha 1.

A trocação continuou e o Fortaleza quase voltou à frente no placar com duas falhas do goleiro santista mais de uma vez e sem saber que ele ainda viria a ser seu grande carrasco durante a partida. E com tentativas de Matheus Vargas e Benevenuto, João Paulo precisou contar com a sorte também da trave para evitar o prejuízo.

2º Tempo

Já no segundo tempo, o Fortaleza resolveu ir para cima e fazer valer o mando de campo, o que até trouxe perigo para João Paulo com chutes de Lucas Crispim, que foi respondido e um contra-ataque rápido, tanto de Marcos Guilherme quanto também de Carlos Sanchez.

Porém o contra-ataque acabaria sendo aliado de verdade do Fortaleza, sendo a arma que o time usaria para chegar ao segundo gol, aos 25 minutos com David. No entanto, toda a comemoração foi em vão, já que o VAR acabou anulando o gol alegando um toque de mão após revisão.

O Fortaleza fez de tudo para não se abalar e seguiu atacando, chegou a acertar o travessão antes de acertar o gol novamente. Mas acertou, e com Pikachu, mas novamente o VAR entrou em ação e anulou, dessa vez por conta de um impedimento.

Mas o ponto mais emocionante da noite ainda estava por chegar, e chegou quando, já nos acréscimos, novamente o VAR, entrou em ação para que um outro lance de mão fosse revisto. Mas dessa vez a mão era santista e em sua própria área, e assim um pênalti foi marcado para o Fortaleza, para o azar de Raniel, autor da “mãozada”.

Era o gol da vice-liderança, porém os deuses do futebol (e o preparo também) estavam com João Paulo, e o goleiro impediu o gol e a derrota. Fim de jogo, Fortaleza 2, Santos 2, e o Fortaleza segue terceiro colocado.