NETFUT
Notícias de futebol

Guardiola saca jogadores do time por indisciplina e afirma “Eu presto muita atenção ao comportamento dentro e fora de campo”

Indisciplina no mundo do futebol não é algo exclusivo nem do futebol brasileiro e nem do brasileiro. Isso pode acontecer em qualquer liga com qualquer jogador, uma vez que as noitadas podem ser bem aproveitadas em praticamente qualquer lugar do mundo.

Mesmo na chuvosa Manchester, que é um lugar tranquilo da Inglaterra, jogadores podem conseguir ter uma noite daquelas, daquelas que provavelmente vai estragar o treino da manhã seguinte.

E não importa a motivação da festança, Pep Guardiola não parece muito feliz com seus jogadores fazendo isso enquanto a temporada está rolando, como ele deixou muito claro em uma entrevista dada essa semana, quando explicou para o jornalista o porquê da ausência de dois jogadores na última partida da equipe contra o Newcastle.

As ausências foram de Phil Foden e Jack Grealish, e ao que tudo indica, Guardiola descobriu que a dupla foi para uma noite de festa e bebedeira para comemorar a goleada do City sobre o Leeds, o que não agradou nenhum pouco o treinador espanhol.

Phil / Jack – Manchester City – foto: reprodução/ internet

Guardiola fala sobre o assunto, alegando que os jogadores têm que permanecer focados com os campeonatos que ainda estão jogando, e afirmou que está sempre de olho nos seus jogadores dentro e fora de campo.

– Eu presto muita atenção ao comportamento dentro e fora de campo. Quando fora de campo não é adequado, eles não vão jogar. Eles precisam estar focados o tempo todo, por causa das distrações na época de Natal e de tudo que acontece. Você precisa continuar focado – afirmou o treinador do Manchester City.

Apesar de não ter um histórico grande de desavenças com jogadores, Guardiola sempre foi conhecido por ser um treinador exigente com a postura de seus jogadores, com a parte da concentração e a entrega sendo uma das suas marcas registradas.

É bem provável que os dois jogadores retornem ao time rapidamente, já que a ideia não foi apenas puni-los, mas também deixar de fora dois jogadores que não estavam na concentração ideal exigida pelo treinador.

Casos como o de Phil Foden e Jack Grealish estão sendo mais recorrentes do que se pensa no futebol britânico nesta temporada.

Outro grande caso já reportado aqui é o caso de Aubameyang

O atacante do Arsenal, que tem sido um dos melhores jogadores da equipe nos últimos anos, acabou perdendo a sua faixa de capitão e também sendo sacado de alguns jogos por seguidos casos de indisciplina no time.

No caso de Auba, o problema real é a recorrência com que seus problemas acontecem, e também a gravidade de alguma dessas ações, como por exemplo, o jogador furar a quarentena imposta pelo time para ir para uma área de risco de covid para se tatuar, fazendo com que ele tivesse que ficar de fora em quarentena, chegar dias depois do acordado depois de uma viagem, ou mesmo chegar muito atrasado em uma reunião antes de um jogo importante da Premier League.

Enfim, são casos como esses que obviamente não agradam o treinador e dão muito pano pra manga, principalmente para os times rivais.


Sem opção de comentar este post