NETFUT
Notícias de futebol

Grandes promessas do futebol brasileiro que não deram em nada

O Brasil é o maior celeiro de jogadores do mundo, e não há nenhuma dúvida quanto a isso. Daqui saem os maiores craques do futebol mundial, que enchem o bolso de times e empresários na saída para brigar pelo mundo afora.

No entanto, não é porque lançamos muitos craques que todos os jogadores que lançamos são de fato craques, e é bem comum que muitas vezes algumas vezes estejamos errados e algumas dessas estrelas acabem não brilhando.

E por isso hoje vamos levantar para vocês aqui uma lista com 4 das maiores promessas do futebol que acabaram não dando em nada.

Lulinha

Com apenas 17 anos, o jogador estava no time principal do Corinthians em 2007. O jogador sempre foi um dos maiores promissores quando fazia parte da categoria de base. No profissional, Lulinha mostrou seu valor e fez gols e boas jogadas, criando uma sensação de que o jogador teria um grande futuro à sua frente.

No entanto, podemos dizer que o presente do Corinthians atrapalhou o futuro do jogador. O Timão foi rebaixado neste mesmo ano, e junto com o time, o rendimento do jogador foi caindo para nunca mais subir.

O jogador rodou por alguns clubes brasileiros, alguns de nome até com o Botafogo, o Bahia e o Ceará, e atualmente é jogador do futebol Japonês, onde defende o Júbilo Iwata.

Lenny

Esse é um caso até parecido com o de Lulinha. Ele inclusive foi lançado ao futebol um ano antes pelo Fluminense, em 2006. O jogador guarda alguns golaços marcados tanto pelo Flu, onde jogou seus melhores anos, como também no Palmeiras, onde conseguiu ser um pouco regular.

No entanto, o jogador também caiu bruscamente de produção e chegou a rodar um pouco. Um pouco, mas não muito, já que o jogador não teve essa paciência e acabou se aposentando com apenas 29 anos de idade para se dedicar a outras coisas.

Kerlon

Ter apelido de animal dentro do nosso futebol parece não ser um bom negócio. Dentre os patos, gansos, ratos e ratinhos que já tivemos, uma das grande promessas era Kerlon Foquinha.

O seu famoso drible da foca, rendeu ao jogador este apelido, uma tentativa de assassinato por parte de Coelho em clássico contra o Atlético Mineiro, além também de muita notoriedade no futebol.

Tanto que o jogador chegou a fazer parte de elencos como da Inter de Milão e Ajax, e escolhemos dizer que ele fez parte do time e não dizer que ele jogou, porque isso ele não fez muito mesmo. O jogador também se aposentou aos 29 anos.

Adryan

Sabe o que é pior do que nomes com animais? Os novos alguma coisa. Já falamos sobre isso aqui. Neymar deu certo por ser o primeiro Neymar, e todos os novos Pelés deram errado.

Adryan foi um dos novos Zicos que o Flamengo tanto teve. O jogador teve suas chances no elenco principal, e chegou a ir para o futebol italiano. De lá, ele rodou e nunca encontrou o sucesso que todos achavam que teria. Hoje ele disputa a série B do Brasileirão pelo Avaí.