NETFUT
Notícias de futebol

FIFA determina que clássico Brasil e Argentina deve acontecer e CBF e AFA são punidas com multas

Se você achou que esse assunto ia ficar por isso mesmo, se enganou, ele ainda está dando muito pano pra manga aqui no Brasil, já que a FIFA acabou de determinar na manhã desta segunda-feira que o clássico entre Brasil e Argentina (aquele que foi parado por agentes da ANVISA), no dia 5 de setembro do ano passado, deve acontecer mesmo que ambas as seleções já estejam classificadas aos jogos da Copa do Mundo do Catar.

Leia: E se Neymar voltasse para o Brasil, para qual time ele iria?

Momento que agente da ANVISA interrompe a partida – foto: reprodução/internet

Ainda sem data para acontecer, tudo indica que se realize em junho, praticamente em cima dos jogos oficiais do Catar. A vontade entre CBF e AFA (Associação de Futebol da Argentina) era seguir pelo caminho mais fácil no meio disso tudo, pedindo os pontos para si e assim todos ficariam felizes, no entanto, nada disso foi possível e a FIFA não só determinou que o clássico aconteça como penalizou ambas as entidades, com multas estratosféricas em francos suíços.

A CBF terá de pagar uma multa de 550 mil francos suíços, ou seja, 3,1 milhões de reais a entidade por falhar na organização e permitir a invasão dos agentes no jogo. No caso da entidade Argentina a multa será de 250 mil francos suíços, em resumo, R$1,4 milhão já que quatro de seus jogadores omitiram informações as autoridades sanitarias do país.

Os atletas responsáveis pelo ocorrido são Giovanni Lo Celso, Cristian Romero Emiliano Martínez e seu xará Emiliano Buendía e também sofrerão uma pena de dois jogos sem poder atuar pela data FIFA que acontecem já em março.

Quem exagerou?

Na época do jogo para entrar no país qualquer pessoa que viesse do Reino Unido para o Brasil tinha de cumprir 14 dias de quarentena e neste caso seria irresponsável faltar com informações tão importantes nos formulários de entrada do país, que todos os atletas tinham de responder, assim como seria também irresponsável que a AFA deixasse seus jogadores entrar em campo caso soubesse que eles representassem algum tipo de ameaça a saúde dos demais, e foi o que aconteceu, com todos os atletas sendo testados antes da partida. Agora fica a pergunta: quem poderia estar exagerando aqui?