NETFUT
Notícias de futebol

Ex-presidente do Cruzeiro é expulso do conselho deliberativo do clube

O Cruzeiro deu mais um passo para tentar deixar para trás todos os problemas que afligiam o clube nestes últimos anos. Acontece que Wagner Pires de Sá, homem que foi presidente do Cruzeiro durante os anos que o time contraiu todas as dívidas que assombram o clube até hoje com uma das piores, se não a pior administração que um clube brasileiro já teve em toda a sua história, foi expulso do conselho deliberativo do clube.

Leia: Cruzeiro é acionado na justiça mais uma vez e desta vez por clube italiano. Entenda essa história.

Pires de Sá era conselheiro do Cruzeiro mesmo com todos os seus feitos dentro do clube, e mesmo sendo réu em processo criminal envolvendo o clube.

Graças a todas as irregularidades envolvendo Pires de Sá, o conselho do clube se reuniu em votação para decidir o futuro do cartola, e no fim, 113 votos a favor dentre os 136 conselheiros presentes fizeram com que ele fosse expulso de vez.

O presidente do conselho, Nagib Simões, ainda disse que tiveram poucas pessoas presentes na votação, mas muito disso foi pelo tempo e também pela pandemia.

– O número de presentes foi um pouco baixo devido à chuva e à pandemia, então há de se levar (em conta). Mas o resultado foi dentro das expectativas. Acho que é o momento em que o conselho deliberativo marcou atuação séria, honesta e sincera que sempre deve ter. Daqui para frente, é procurar fazer tudo dentro da lei.

E como dito antes, Wagner Pires de Sá segue como réu em processo criminal que foi movido no fim de 2020, sendo denunciado por crises de apropriação indébita, falsidade ideológica e também formação de organização criminosa.

Pouco se sabe sobre o caso já que tudo ainda corre sob segredo de justiça, mas sabe-se que a situação é difícil pro lado de Pires de Sá.